Sindicato reúne-se hoje com ministro das Infraestruturas sobre situação da Ryanair

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) anunciou hoje que vai reunir-se esta tarde com o ministro das Infraestruturas para discutir a situação laboral na companhia aérea de ‘low cost’ [baixo custo] Ryanair.

Numa nota à comunicação social, a propósito da greve que hoje teve início na Ryanair, o SNPVAC adianta que vai ter uma reunião com o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, esta tarde, às 16:00, “para discutir a situação laboral da companhia aérea ‘low cost’ Ryanair”.

Este encontro “servirá para discutir todas as questões ligadas à aplicação da legislação portuguesa, ilegalidades recorrentes e o possível encerramento da base de Faro” da Ryanair.

Os tripulantes da Ryanair começaram hoje uma greve de cinco dias, até domingo, convocada pelo SNPVAC e que conta com serviços mínimos decretados pelo Governo.

Num comunicado do dia 01 de agosto, o SNPVAC adiantou que o pré-aviso de greve abrange todos os voos da Ryanair cujas horas de apresentação ocorram entre as 00:00 e as 23:59 dos dias previstos para a paralisação (tendo por referência as horas locais) e os serviços de assistência ou qualquer outra tarefa no solo.

Entretanto, tendo em conta que não houve acordo entre a Ryanair e o sindicato, o Governo decretou serviços mínimos a cumprir durante a paralisação, que abrangem não só os Açores e Madeira, mas também as cidades europeias de Berlim, Colónia, Londres e Paris.

Assim, os serviços mínimos incluem um voo diário de ida e volta entre Lisboa e Paris; entre Lisboa e Berlim; entre Porto e Colónia; entre Lisboa e Londres; entre Lisboa e Ponta Delgada, bem como uma ligação de ida e volta entre Lisboa e a Ilha Terceira (Lajes), hoje, na sexta-feira e no domingo.

O SNPVAC criticou esta decisão e “repudiou veementemente” os serviços mínimos e a fundamentação do Governo para os impor.

Relacionadas

Tripulantes da Ryanair em greve a partir de hoje e até domingo

Os tripulantes da Ryanair começam hoje uma greve de cinco dias, até domingo, convocada pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) e que conta com serviços mínimos decretados pelo Governo.

Há outro sindicato em guerra com o Governo, agora por causa da Ryanair

“A partir deste momento, os trabalhadores portugueses ficam a saber que para o Governo português só se podem fazer greves de um ou dois dias”, acusa o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil.

Governo decreta serviços mínimos para greve na Ryanair. Sindicato considera despacho “abusivo”

Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil considera o despacho “abusivo dos direitos dos tripulantes de cabine” da companhia aérea irlandesa.
Recomendadas

Qual o papel das novas tecnologias no mundo do direito? Veja o “Falar Direito” com a advogada Paula Gomes Freire

A advogada Paula Gomes Freire, sócia da Vieira de Almeida e Associados, foi nomeada managing partner do escritório num mandato que terá início em fevereiro do próximo ano. Nesta entrevista conduzida por Filipe Alves, diretor do JE, a advogada explica qual a sua perspetiva sobre o papel das novas tecnologias no mundo do direito.

EDP assegura contrato de 15 anos para projeto solar no Brasil

O contrato de aquisição de energia (CAE) tem como base o projeto solar ‘Monte Verde’ de 209 megawatts situado no estado do Rio Grande do Norte, sendo que a operação deverá arrancar em 2024.

Liberty lança canal de venda direta de seguros automóvel em Portugal (com áudio)

A Génesis by Liberty Seguros é a marca de seguro direto criada para o ramo automóvel, cerca de um ano depois de ter anunciado um investimento de 100 milhões de euros em tecnologia para operar o seu negócio na cloud pública.
Comentários