Sintra vai abrir três centros de avaliação e tratamento para o novo coronavírus

O centro de Agualva será o primeiro a entrar em funcionamento. Os outros dois localizam-se em Algueirão-Mem Martins e na Terrugem.

Depois de terem sido confirmados 20 infetados no conselho de Sintra, o segundo concelho mais populoso de Portugal que conta com 400 mil pessoas, a Câmara Municipal da região (CMS) anunciou que vai abrir três centros de avaliação e tratamento do novo coronavírus.

De acordo com a notícia avançada esta segunda-feira, pela SIC Notícias, o centro de Agualva será o primeiro a entrar em funcionamento. Os outros dois localizam-se em Algueirão-Mem Martins e na Terrugem.

O presidente da CMS Basílio Horta garante que tudo está a ser feito para estancar a propagação do vírus na região. “Em conjunto com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, com quem trabalhamos permanentemente, e com a administração do Hospital Amadora-Sintra, estamos a monitorizar a situação”, começou por revelar ao canal noticioso, acrescentando ainda que a CMS vai doar um milhão e meio de euros ao hospital.

Nestes centros, estarão destacados médicos, enfermeiros e equipas de limpeza e desinfecção. “A única coisa que falta é uma norma, que creio que já deveria ter sido publicada pela Direção-Geral de Saúde, que regulamenta os procedimentos de acesso às análises”, sublinha, urgindo o órgão de saúde pública a publicar o respetivo despacho de autorização.

Depois de terem sido confirmados 10 casos na Casa de Saúde de Idanha, as Irmãs Hospitalares informaram, em comunicado, que as pessoas identificadas estão a receber os cuidados e acompanhamento clínico necessários

 

Ler mais
Recomendadas

Uso de máscaras na rua? Medida deve ser “pensar seriamente” ponderada, considera Bastonário dos Médicos

Depois da implementação do uso obrigatório de máscara nas ruas da Madeira, Miguel Guimarães vem agora defender que essa possibilidade deve ser ponderada em Portugal, argumentando que atualmente é a melhor altura.

Covid-19. Quase 722 mil mortos em todo o mundo

O número é do balanço realizado pela agência France-Presse a partir de fontes oficiais hoje às 11:00 TMG (12:00 em Lisboa), que indica também que mais de 19.419.370 casos de infeção foram diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, dos quais 11.514.500 foram considerados curados.

Direção-Geral de Saúde confirma mais 186 casos e quatro mortes por Covid-19

Quanto ao número de recuperados, a DGS dá conta de mais 277 em relação à véspera. O número de doentes livres de Covid-19 sobe para 38.364.
Comentários