“Smart Contract Demo”. Assista à conferência sobre os impactos desta tecnologia

O Jornal Económico e a sociedade de advogados Antas da Cunha Ecija organizam um debate online sobre o impacto dos “contratos inteligentes” nos negócios, advocacia e economia partilhada. A sessão pode ser acompanhada em JE TV ou nas redes sociais do JE.

Assista agora à primeira demonstração pública em Portugal da execução de uma hipoteca através da tecnologia de contratos inteligentes (smart contracts), sem necessidade de recorrer a registos nas conservatórias.

O Jornal Económico (JE) e a sociedade de advogados Antas da Cunha Ecija promovem, a partir das 15h00, um debate online subordinado ao tema “Smart Contract Demo”, que irá debruçar-se o impacto dos smart contracts nos negócios, na advocacia, na economia partilhada e em Portugal como um todo.

O painel, moderado por Filipe Alves, diretor do JE, conta com os seguintes oradores: Paulo Cardoso do Amaral, professor da Universidade Católica Portuguesa, Cláudia Borges, project manager da Moneris, Elisete Barbosa, legal officer do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, Fernando Antas da Cunha, managing partner da Antas da Cunha Ecija e Nuno Vieira, sócio do departamento de legal intelligence do mesmo escritório.

Recomendadas

Granola Senses: cuidar do corpo de forma simples através da alimentação

O produto da Simplus recebeu uma menção honrosa do júri na categoria Produto Inovação no Food & Nutrition Awards. Conheça melhor este projeto.

Presidência Portuguesa da UE. Assista em direto à conferência de imprensa de António Costa e Ursula von der Leyen

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, está de visita a Portugal no mês em que este país assume a presidência do Conselho da União Europeia. Assista à conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro António Costa.

“Se Marcelo tiver 70% Costa será o primeiro a cair”. Assista ao “Primeira Pessoa” com Vitorino Silva

Acompanhe o “Primeira Pessoa” na plataforma multimédia JE TV, através do site e das redes sociais do Jornal Económico.
Comentários