Sobrinha do Presidente do PS contratada pela câmara de Lisboa

Inês César é sobrinha de Carlos César. A socióloga de 25 anos passou anteriormente pela junta de freguesia de Alcântara, presidida pelo socialista Davide Amado.

Inês César foi contrata pela Gebalis –  Gestão do Arrendamento da Habitação Municipal de Lisboa, para exercer funções como técnica especializada de Estudos e Planeamento, com um ordenado bruto de 1.521 euros.

A notícia é avançada pelo Observador, que conta ainda que mais de 73% dos funcionários dessa mesma empresa tem um vencimento abaixo.

A socióloga de 25 anos é sobrinha de Carlos César, líder parlamentar do PS e, cinco dias depois de ter terminado a função de assessora na junta de freguesia de Alcântara (presidida por Davide Amado, socialista) seguiu para a Gebalis.

A atual administração da empresa de gestão de bairros sociais – iderada por Pedro Pinto Jesus – está a ser alvo de várias contestações pela comissão de trabalhadores. Segundo os funcionários ouvidos pelo Observador, Inês foi contratada  “por ser do PS e da família César”. Para além do tio, também os pais da socióloga têm ligações ao Partido Socialista.

A comunicação interna da Gebalis esclareceu que a “admissão [de Inês César] justifica-se pelo facto de ter ocorrido nomeação de um elemento do gabinete de estudos e planeamento para a direção da Direção de Intervenção Local e ter ficado em défice a prestação de um serviço fundamental de apoio técnico ao Conselho de Administração e às unidades orgânicas da empresa”, cita o jornal.

A sobrinha do líder parlamentar do PS tem experiência na área de marketing, tendo sido brand promoter brand ambassator na empresa ‘On Spot Marketing’, e ‘Win World’.

Ler mais
Recomendadas

Presidentes interinos da Bolívia e Venezuela discutem nomeação de embaixadores

Os Presidentes interinos da Bolívia, Jeanine Añez, e da Venezuela, Juan Guaidó, conversaram este sábado sobre uma futura nomeação de embaixadores e sobre o efeito da renúncia de Evo Morales na América Latina.

Rui Rio diz que próximas autárquicas serão decisivas para o futuro do PSD

O presidente do PSD, Rui Rio, disse este sábado que as próximas eleições autárquicas serão decisivas para o futuro do partido, reconhecendo que um mau resultado em 2021 “seria dramático” para os sociais-democratas.

“Os problemas do ambiente marinho vão além da sobrepesca ou poluição”, diz ministro do Mar

Celebra-se este sábado o Dia Nacional do Mar. Ricardo Serrão Santos esteve com representantes nacionais das instituições ligadas à pesca, em Sesimbra, onde alertou que “os oceanos de hoje foram levados ao limite pela praga do nosso tempo, o aquecimento global”.
Comentários