Sociedade de advogados CMS teve receitas globais de 1.475 mil milhões de euros em 2020

Faturação do escritório em Portugal – que se mudou recentemente para a Rua Castilho, em Lisboa – cresceu 5% em termos homólogos. “Foi um ano também de investimento, em tecnologia de ponta, que nos permite dotar a sociedade de ferramentas de última geração, sempre com o intuito de continuar a prestar um serviço de excelência aos nossos clientes”, disse José Luís Arnaut.

Dora António

A sociedade de advogados internacional CMS reportou esta segunda-feira receitas globais de 1.475 mil milhões de euros, o que representa um crescimento 3% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Em Portugal, a faturação do escritório – que se mudou recentemente para a Rua Castilho, em Lisboa – cresceu 5% em termos homólogos.

“Dizer que o ano passado foi desafiante, seria um understatement. No entanto, neste ano tão importante para a CMS Rui Pena & Arnaut (CMS RPA), em que nos mudámos para a Castilho 50, tivemos sempre no topo das nossas prioridades apoiar as nossas pessoas, salvaguardar o negócio e reforçar a confiança dos clientes. Foi um ano de crescimento, mas de também de investimento: investimento em tecnologia de ponta, que nos permite dotar a sociedade de ferramentas de última geração, sempre com o intuito de continuar a prestar um serviço de excelência aos nossos clientes”, afirmou a este propósito José Luís Arnaut, managing partner da CMS RPA.

A firma de advocacia considera que os resultados divulgados demonstram uma performance “estável e sólida” do negócio durante um período exigente por causa da crise sanitária e socioeconómica que abalou o mundo.

“Os acontecimentos de 2020 foram, esperançosamente, únicos nas nossas vidas, e para muitos representaram um período muito difícil. Neste contexto, a nossa abordagem virada para o futuro, impulsionada pela tecnologia e com foco em sectores económicos chave que requerem apoio global, permitiu-nos obter um desempenho financeiro robusto”, destacou o presidente da CMS, Pierre-Sébastien Thill.

A sociedade aproveitou o ano atípico para definir como prioridades o auxílio aos seus recursos humanos e a salvaguarda do negócio, o que implica continuar a ser um parceiro de confiança para os clientes. Ademais, expandiu a operação para a Noruega, com a incorporação da CMS Kluge (que tem escritórios em Bergen, Oslo e Stavanger). O grupo passou a ter 79 escritórios, em 44 países e mais de 5 mil advogados em todo o mundo, 52 dos quais foram promovidos a sócios entre janeiro e dezembro de 2020.

Recomendadas

Cuatrecasas assessora sul-coreanos da CS Wind na compra de 60% de ASM Industries

A empresa de torres eólicas pretende reforçar a sua presença no mercado europeu. O negócio, avaliado em 46,5 milhões de euros, deverá ficar fecho no próximo mês de setembro.

Linklaters reforça ‘Dispute Resolution’

A sociedade contratou os advogados Paulo Abreu dos Santos e Belarmino Costa da Silva para o escritório de Lisboa.

Bankinter financia em 10 milhões projeto WhiteShell da Vanguard Properties (com áudio)

Para além do Bankinter ser o financiador do projecto, a Vanguard Properties contou com a assessoria legal da Vieira de Almeida e Associados.
Comentários