“#somos táxis”: a manifestação em imagens

Veja as imagens da manifestação em Lisboa, Porto e Faro contra a entrada em vigor da legislação sobre as plataformas que agregam motoristas em carros descaracterizados é o quarto grande protesto de taxistas nos últimos três anos.

Relacionadas

Protesto dos taxistas: ”Não sairemos daqui enquanto não houver resposta do governo”

O eixo central da Avenida da Liberdade, em Lisboa, que esteve cortado devido à concentração de taxistas em protesto contra as plataformas de transporte em veículos descaracterizados, foi reaberto hoje às 7:30 pela PSP.

PS defende “lei Uber” enquanto BE e PCP avançam com propostas de revogação

PSD vai chamar o ministro do Ambiente ao Parlamento e o CDS-PP manifestou disponibilidade para rever a lei, mas não vão dar seguimento à reivindicação dos taxistas (tal como o PS) no sentido de solicitar ao TC a fiscalização sucessiva da constitucionalidade do diploma.

Táxis: Profissionais preparam-se para continuar protesto por tempo indeterminado

Os taxistas têm estado concentrados em Lisboa, Porto e Faro, com as viaturas paradas nas ruas, para tentar impedir a entrada em vigor, em 01 de novembro, da lei que regula as plataformas eletrónicas de transporte de passageiros em veículos descaracterizados de transporte que operam em Portugal – Uber, Taxify, Cabify e Chauffeur Privé.
Recomendadas

Negócios com Islândia, Noruega e Liechtenstein têm fundos de mais dois milhões

A economia do mar, a mobilidade e a saúde mental são algumas das áreas que poderão ser financiadas pelo Fundo de Relações Bilaterais.

Consumidores nacionais preferem vinho tinto, em casa, com familiares e amigos

Segundo o estudo da consultora Levelsource, o local preferido de compra de vinhos varia entre os hipermercados e supermercados (47%), as lojas de vinhos (28%), compra direta aos produtores (15%), ‘sites’ e mercearias (comércio tradicional), por exemplo (10%).

Pesca em 2019 na União Europeia discutida terça-feira

A proposta avançada pela Comissão Europeia prevê a redução dos totais admissíveis de capturas em 22 unidades populacionais, incluindo a pescada em águas continentais e dos arquipélagos, a arinca e o lagostim.
Comentários