Sonae MC lança empréstimo obrigacionista de 50 milhões de euros

A participada da Sonae para o setor da distribuição, a Sonae MC, anunciou também a concretização de três operações de refinanciamento, no valor conjunto de 122,5 milhões de euros, elevand, assim para 327,5 milhões de euros o total de empréstimo de longo prazo contratados pela empresa nos últimos quatro meses.

A ‘holding’ cotada da Sonae, a Sonae SGPS, anunciou há minutos que a sua participada Sonae MC, especializada na distribuição, lançou no passado dia 31 de julho um empréstimo obrigacionista no valor de 50 milhões de euros, além de ter procedido a operações de refinanciamentro de médio e longo prazo no montante de 122,5 milhões de euros.

“A Sonae, SGPS, S.A., vem pelo presente informar que a sua subsidiaria Sonae MC, SGPS, S.A. (Sonae MC) procedeu, no passado dia 30 de julho, à emissão de um empréstimo obrigacionista, por subscrição particular, no montante de 50.000.000 de euros (cinquenta milhões de euros), sem garantias e com maturidade a 30 de julho de 2025 e, hoje à sua admissão à negociação, no mercado Access da Euronext Lisbon (…)”, revela um comunicado divulgado há minutos na CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

De acordo com a Sonae, SGPS, S.A., a Sonae MC concretizou também “três operações adicionais de refinanciamento de médio e longo prazo no montante total de 122.500.000 de euros (cento e vinte e dois milhões e quinhentos mil euros)”.

“Estas operações foram realizadas a condições muito competitivas de mercado, sublinhando uma vez mais a qualidade da empresa e a solidez da sua estrutura de capitais. Desta forma, o montante total de empréstimos de longo prazo contratados pela Sonae MC, nos últimos quatro meses, ascende a 327.500.000 euros (trezentos e vinte e sete milhões e quinhentos mil euros)”, avança o referido comunicado.

Segundo os responsáveis da Sonae SGPS, “estas operações permitiram aumentar a maturidade média da dívida, reduzindo de forma significativa as necessidades de financiamento futuras da Sonae MC, mesmo nos cenários macroeconómicos mais adversos, e reforçaram a resiliência do seu balanço, de form2a a perseguir os seus objetivos estratégicos em melhores condições”.

Recomendadas

Lidl Portugal abre canal direto a novos fornecedores e produtores nacionais

O novo projeto ‘Da Minha Terra’ desafia os pequenos produtores nacionais e regionais a apresentarem as suas empresas, até ao próximo dia 31 de outubro, abrindo assim um canal direto para que mais produtos locais portugueses possam estar à venda nas lojas da cadeia germânica de distribuição.

CTT anuncia “melhoria muito significativa das condições financeiras” das juntas de freguesia

O operador postal e a associação nacional de freguesias têm em vigor uma parceria desde 2003. A relação entre ambas foi agora reforçada, com os CTT a aceitar melhorar significativamente as condições financeiras para as juntas de freguesia que acolhem postos de correio nas suas instalações.

Grupo Os Mosqueteiros investe 25,3 milhões para abrir mais seis lojas Intermarché em Portugal

Este investimento irá permitir a criação de 265 novos postos de trabalho de norte a sul do país, asseguram os responsáveis do grupo francês de distribuição.
Comentários