Sonae MC procura startups tecnológicas para setor do retalho

A segunda edição do “Disrupt Retail – Call for Technology by Sonae MC” abre portas às startups nacionais e internacionais que queiram testar as suas soluções para o retalho em ambiente real.

A Sonae MC quer descobrir novas startups tecnológicas que tenham um impacto significativo no setor de retalho com destaque para as áreas de e-commerce, logística, serviços de saúde e bem-estar, operações loja e sustentabilidade.

Em comunicado, a empresa do grupo Sonae, indica que a segunda edição do “Disrupt Retail – Call for Technology by Sonae MC” abre portas às startups nacionais e internacionais que “queiram testar as suas soluções para o retalho em ambiente real”.

Das tecnologias mais valorizadas nesta segunda edição encontram-se a inteligência artificial, realidade virtual e aumentada, Internet of Things, robótica e blockchain. As candidaturas estão abertas até ao dia 30 de junho e podem ser submetidas aqui.

Os projetos escolhidos serão anunciados até ao dia 31 de julho e iniciam a colaboração com a BIT, área de sistemas de informação da Sonae MC, ainda este ano. Os candidatos selecionados vão ser acompanhados por especialistas da Sonae MC em tecnologia e retalho, além da possibilidade de utilizarem de um ecossistema de incubação com mais de três milhões de clientes distribuídos por cerca de mil lojas.

Esta iniciativa dá também visibilidade das startups à unidade de investimento Sonae IM, onde se inclui a Bright Pixel. Este programa está também acessível a centros de investigação e desenvolvimento, bem como a empresas e agências que apresentem soluções suficientemente maduras para serem testadas.

Miguel Águas, CIO da Sonae MC, explica que “com o Disrupt Retail queremos aumentar a proximidade com o ecossistema tecnológico e conhecer as soluções que podem transformar a nossa proposta de valor. Percebemos que as startups e centros de I&D, apesar deste contexto global desafiante, precisam de continuar a sua atividade. O nosso objetivo é continuar a potenciar estas relações e desenhar o futuro do retalho”.

Ler mais
Recomendadas

Tecnológica cria plataforma para medir temperatura e detetar máscara com uma câmara

Para a comercialização deste sistema, a empresa portuguesa Quantico Solutions conta com a ajuda da parceira Beltrão Coelho.

Startup Xandar Kardian vence concurso da Prosegur

Fundada em 2017, a empresa opera nos Estados Unidos, no Canadá e na Coreia do Sul com tecnologia de reconhecimento de padrões de microvibração através do processamento de sinais de radar.

Zwypit promete substituir as ementas físicas por uma ementa digital no smartphone dos clientes

A empresa pretende ser a plataforma ideal para a criação de ementas digitais para restaurantes aderentes, que estejam a retomar à actividade.
Comentários