Sonae notifica Concorrência do controlo exclusivo de um conjunto de ativos do BNP Paribas

A aquisição do controlo exclusivo inclui ainda um conjunto de apólices de seguro mediadas pelo BNP PF e ativos acessórios, associados ao Cartão Universo, resultante de uma parceria criada pelo grupo Sonae e o BNP Paribas Personal Finance.

O grupo Sonae notificou a Autoridade da Concorrência (AdC) da compra do controlo exclusivo de um conjunto de contratos de crédito ao consumo concedidos pelo BNP Paribas Personal Finance (BPN PF), revela um aviso publicado pela AdC.

A aquisição do controlo exclusivo inclui ainda um conjunto de apólices de seguro mediadas pelo BNP PF e ativos acessórios, associados ao Cartão Universo, resultante de uma parceria criada pelo grupo Sonae e o BNP Paribas Personal Finance.

A notificação, feita na sexta-feira, revela a aquisição do controlo exclusivo efetuada pela Sonae Financial Services IME e pela SFS – Gestão e Consultoria, ambas empresas totalmente detidas pela Sonae SGPS, que agrega participações em empresas da distribuição de base alimentar e não-alimentar, da gestão de centros comerciais e de comunicações eletrónicas e tecnologias de informação do grupo Sonae SGPS.

A SFS IME dedica-se à comercialização e gestão do cartão universo como emissora do cartão e intermediária de crédito, enquanto a SFS GC presta serviços de consultoria de gestão e marketing e mediação de seguros, podendo ainda, a título acessório, exercer a atividade de compra, aluguer e venda de terminais de pagamento automático.

Recomendadas

Allianz compra 75% da Galp Gás Natural Distribuição por 368 milhões

A operação ficou fechada por 368milhões de euros. A Galp Gás Natural Distribuição detém nove empresas regionais de distribuição de gás natural em Portugal.

Estudo de impacto ambiental dá ‘luz verde’ ao projeto de modernização do terminal de contentores de Alcântara

Em entrevista ao Jornal Económico, Diogo Marecos, administrador da Liscont, concessionária do terminal detida pelo grupo turco Yilport, garante que a empresa está pronta para avançar com este projeto no primeiro trimestre de 2021, cujo investimento, de 120 milhões de euros, será da sua exclusiva responsabilidade.

Liscont prossegue trabalho no porto de Lisboa apesar de greve de estivadores se manter desde 19 de fevereiro

Diogo Marecos reconhece, em declarações ao Jornal Económico, que a atividade da empresa foi afetada pela greve e pela fuga de armadores internacionais do porto de Lisboa, uma situação que o Grupo Yilport está tentar ultrapassar.
Comentários