Sondagem. Medina lidera corrida à câmara de Lisboa. Moedas a 11 pontos (com áudio)

Segundo a sondagem ISCTE/ICS feita para o “Expresso” e para a “SIC”, o autarca de Lisboa recolhe atualmente a mesma percentagem obtida em 2017, 42%. Carlos Moedas segue atrás a 11 pontos de distância. Bloco e CDU na terceira e quarta posição.

medina_candidatura_1
José Sena Goulão/Lusa

Uma sondagem divulgada, esta sexta-feira, revela que se as eleições autárquicas se realizassem hoje Fernando Medina seria reeleito com 42% das intenções de voto.

Segundo a sondagem ISCTE/ICS feita para o “Expresso” e para a “SIC”, o autarca de Lisboa recolhe atualmente a mesma percentagem obtida em 2017. Depois de Medina, segue-se o candidato apoiado pelo PSD e CDS-PP, Carlos Moedas com 31% das intenções de voto dos inquiridos.

Em terceiro lugar na corrida à Câmara Municipal de Lisboa (CML) está a deputada do Bloco, Beatriz Dias com 8% das intenções de voto e em quarto lugar está o comunista João Ferreira, apoiado pela CDU (união do PCP e PEV), com 6%, uma inversão em comparação com as últimas eleições autárquicas.

Fora dos lugares de vereação surge Nuno Graciano do Chega, com 4% das intenções de voto. Já Manuela Gonzaga do PAN obtém 3% dos votos, seguida de Bruno Horta Soares da Iniciativa Liberal com 2%.

Recomendadas

“Conversas com Norte”. “Precisamos da ciência para enfrentar o futuro”, defende responsável do ISCTE

A importância da ciência, num cenário pós-pandemia, é um dos temas abordados no livro “67 Vozes por Portugal – A Grande Oportunidade”, da Editora Leya, uma iniciativa do ISCTE Executive Education. Trata-se de um livro que junta as visões do futuro de Portugal por 67 personalidades portuguesas, entre empresários, artistas, gestores, académicos e tantos outros. José Crespo de Carvalho, presidente da Comissão Executiva do ISCTE, foi convidado a apresentar o livro no “Conversas com Norte” desta semana. Ouça a entrevista no site do JE e na ‘playlist’ do JE no Spotify.

Infografia | Novo mapa autárquico abala hegemonia socialista com epicentro em Lisboa

A conquista da capital por Carlos Moedas foi a principal de uma série de vitórias do centro-direita nas eleições autárquicas de 26 de setembro. O PS mantém a liderança em número de câmaras e de votos, assegurando a terceira vitória consecutiva, mas as coligações ajudaram o PSD a recuperar terreno. Para o PCP e PEV volta a repetir-se o pior resultado de sempre, restando-lhes 19 autarquias.

5G: Vodafone Portugal interpõe providência cautelar contra novas regras do leilão (com áudio)

Na sexta-feira, as propostas dos operadores no leilão totalizaram 371,4 milhões de euros, no 179.º dia de licitação principal. Na União Europeia, Portugal e a Lituânia são os únicos países sem ofertas comerciais de 5G.
Comentários