Sporting comunica entendimento com Millennium bcp e Novo Banco

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários o clube de Alvalade indica que “procedeu à regularização de todas as obrigações pecuniárias vencidas, encontrando-se assim em cumprimento perante os bancos”.

Rodrigo Antunes/Lusa

A SAD do Sporting Clube de Portugal informou esta quarta-feira que formalizou alterações aos contratos de financiamento entre o Grupo Sporting e os bancos Millennium bcp e Novo Banco, no processo que diz respeito à reestruturação financeira do clube.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) o clube de Alvalade indica que “procedeu à regularização de todas as obrigações pecuniárias vencidas, encontrando-se assim em cumprimento perante os bancos”.

Leia o comunicado na íntegra:

A SPORTING CLUBE DE PORTUGAL – FUTEBOL, SAD (“Sporting SAD” ou “Sociedade”) vem, nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248.º-A n.º 1 do Código dos Valores Mobiliários, e no seguimento da informação já prestada ao mercado em relação ao acordo de reestruturação financeira e societária do Grupo Sporting, informar que foram formalizadas as alterações aos contratos de financiamento entre o Grupo Sporting e os bancos Millennium bcp e Novo Banco, tendo sido acordado, designadamente, o seguinte:

a) Opção de compra dos Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC): alteração dos termos da opção de compra dos VMOC tendo sido fixado um preço unitário fixo correspondente a 0,30 € por VMOC, obrigatoriamente extensível à totalidade dos VMOC denominados “Valores Sporting 2010” e “Valores Sporting 2014” que sejam detidos pelos Bancos à data do exercício da opção de compra, sujeito à obrigação de utilização exclusiva dos saldos futuros das Contas Reserva para aquisição de VMOC;

b) Alteração de diversas condições de reembolso obrigatório e reforço das Contas Reserva, nomeadamente: (i) a redução da percentagem de afectação de fundos do “Excesso de venda de passes de jogadores” de 50% para 30%, na proporção de 15% ao reembolso antecipado obrigatório e 15% ao reforço das Contas Reserva; e (ii) a redução da percentagem do mecanismo de Cash Sweep de 60% do Cash Flow Disponível após Serviço da Dívida Permitida para 20%, a afectar na proporção de 10% ao reembolso antecipado obrigatório e 10% ao reforço das Contas Reserva.

De recordar que esta quinta-feira o Sporting vai realizar uma Assembleia Geral (AG) onde estará em análise e em aprovação o relatório e contas de 2018\19.

Ler mais
Recomendadas

Há um português entre os futebolistas que mais valorizaram esta época. E não é João Félix

Rafael Leão, que rescindiu unilateralmente o contrato com o clube de Alvalade em junho de 2018 na sequência dos ataques a Alcochete, e representa agora o AC Milan, vale agora 29 milhões de euros, mais 15 milhões de euros do que o montante pelo qual estava avaliado no início desta época.

Escândalo do doping: Rússia vai poder competir no Euro 2020, mas está banida do Mundial de 2022

A Rússia foi excluída dos Jogos Olímpicos e mundiais de futebol nos próximos quatro anos, mas vai poder participar no Euro 2020. Os atletas que puderem provar que não estão incluídos no escândalo de doping podem competir com bandeira neutra.

Fundo de investimento negoceia financiamento de novas competições com FIFA e Real Madrid

Um dos tópicos em cima da mesa de negociações é a possibilidade de a CVC Capital Partners vir a comprar os direitos comerciais do Campeonato do Mundo de Clubes.
Comentários