Standard & Poor’s sobe perspetiva do ‘rating’ de Portugal

A agência manteve a notação inalterada, mas subiu a perspetiva. “Esperamos que a economia portuguesa cresça perto de 2% anualmente até 2021, com o défice a melhorar até 0,4% do PIB em 2020, de 0,7% este ano”, disse a agência, num relatório.

A Standard & Poor’s subiu o ‘outlook’ para a dívida soberana portuguesa para ‘positivo’ de ‘estável’ e reiterou a notação de ‘BBB-‘.

“Esperamos que a economia portuguesa cresça perto de 2% anualmente até 2021, com o défice a melhorar até 0,4% do PIB em 2020, de 0,7% este ano, disse a agência, num relatório.

“A desalavancagem deverá prosseguir à medida que o investimento direto substitui a dívida externa, enquanto esperamos que as exportações representem 50% do PIB em 2021″, acrescentou.

” A perspetiva positiva reflete a possibilidade de um upgrade se a desalavancagem privada e pública avançarem ao nível das melhorias na estabilidade financeira”, acrescentou.

A S&P salientou que poderia melhorar a notação de Portugal se a economia continuar a desalavancar externamente ao nível atual de 3 a 5% do PIB por ano, “um processo que poderia reduzir o stock de dívida externa líquida, que permanece alta”.

Surpresa sem sequela: nova subida do ‘rating’ pela S&P é pouco provável, dizem analistas

Ler mais
Recomendadas

“Praia, comida e vinho ajudaram”. O que dizem os estrangeiros que montam negócios em Portugal

A próxima edição do “Launch in Lisbon”, organizado pela incubadora Startup Lisboa para ajudar empreendedores e freelancers estrangeiros que pretendam instalar um negócio em Portugal, realiza-se entre os dias 4 e 8 de março. O Jornal Económico falou com Jeferson Valadares e Wendy van Leeuwen, que já se renderam à capital portuguesa.

Desigualdade de género no mercado laboral da América Latina mantém-se

O estudo “Panorama Social de América Latina 2018”, elaborado pela Comissão Económica para a América Latina e Caraíbas (Cepal), concluiu que, em 2016, a taxa de desemprego urbano era de 10,4% entre mulheres e de 7,6% entre homens nesta região.

Todos os dias cinco portugueses tornam-se britânicos

Entre janeiro de 2017 e setembro de 2018, 2.655 emigrantes no Reino Unido obtiveram cidadania britânica, mais do que o total de autorizações dadas nos cinco anos anteriores.
Comentários