Suspenso crowdfunding de jovem que pediu dinheiro para pagar doutoramento em Cambridge

A plataforma onde decorria o crowdfunding “Pagar um café a António Rolo Duarte” suspendeu a iniciativa depois de várias queixas

A campanha de angariação de fundos de António Rolo Duarte foi suspensa pela plataforma em que decorria, a GoGetFunding. A informação consta na página da iniciativa.

O jovem pretendia angariar 25 mil euros para pagar o seu doutoramento na Universidade de Cambridge, sob a premissa de que as bolsas atribuídas pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) para o efeito teriam sido adiadas. O adiamento foi rapidamente desmentido pela Fundação a vários órgãos.

“O único adiamento que ocorreu, e para benefício dos candidatos, foi a prorrogação do período de candidaturas em um mês, que terminou em 28 de abril de 2020, devido às dificuldades causadas pela pandemia SARS-CoV-2/Covid-19″, afirmou à Sapo24 um dos responsáveis pela comunicação da FCT.

O assunto ganhou tração nas redes sociais, onde vários internautas criticaram a campanha e a desinformação lançada por Rolo Duarte, que precipitou alguns pedidos de esclarecimento à FCT por parte de vários candidatos a bolseiros. A campanha foi agora suspensa, quando registava 4.860 euros angariados.

Relacionadas

Candidato a doutoramento pede 25 mil euros para substituir bolsas da FCT supostamente “adiadas”, mas concurso ainda não terminou

O jovem lançou uma campanha de crowdfunding sob o pretexto de um adiamento na atribuição das bolsas da FCT. A fundação desmente e diz que o processo decorre com toda a normalidade, com os resultados a serem conhecidos em novembro. A iniciativa gerou mal-estar desde o ministério até ás redes sociais
Recomendadas

Estudantes do ensino superior vão ter 4.500 novas camas em alojamentos locais e hotéis

A oferta estimada de camas a preços regulados sobe para 18.455 este ano letivo, anuncia o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, que começa esta segunda-feira, 21 de setembro, a assinar acordos com as associais do setor.

Huawei lança mais uma edição de programa formativo em Portugal

“Este ano, fruto das circunstâncias, o programa adotou um formato digital, para que o contexto que vivemos não impedisse os alunos portugueses de ter acesso a uma experiência enriquecedora que os aproxima da realidade das empresas”, explica a empresa.

Governo aponta para aumento de mais oito mil estudantes bolseiros no superior

O número de estudantes a beneficiar de bolsas, no ensino superior, deve passar de 72 para 80 mil.
Comentários