TAP recebeu um Airbus A330, o 30º avião da sua frota

No passado dia 29 de novembro, o último Airbus A330 com configuração antiga saiu da frota da companhia aérea nacional.

TAP Portugal

A TAP anunciou que recebeu o 30º novo avião da sua frota , um Airbus A330ceo.

“Há um ano, a TAP tinha na sua frota do longo curso quatro aeronaves do modelo Airbus A340 e 17 aeronaves do modelo A330ceo. Agora, a frota de longo curso tem 17 aviões do modelo Airbus A330neo e quatro do modelo Airbus A321 LR, e sete aviões do modelo Airbus A330ceo com interiores de cabina totalmente renovados e padronizados”, destaca um comunicado da companhia aérea nacional.

De acordo com esta nota informativa, “isto significa que todos os passageiros que fazem voos intercontinentais com a TAP têm a partir de agora uma experiência consistente com os mais elevados padrões de serviço e de conforto, que se traduzem numa enorme melhoria na avaliação NPS (Net Promoter Score), metodologia através da qual são os próprios clientes que revelam os seus níveis de satisfação”.

“As novas aeronaves de longo curso da TAP oferecem aos passageiros um sistema de entretenimento de vanguarda, ligação ‘wifi’ com mensagens de texto gratuitas e os A330neo disponibilizam a moderna e sofisticada cabina ‘Airspace by Airbus’, assinala o referido comunicado.

Em simultâneo com a entrada em funcionamento do novos aviões, a TAP deixou operar comercialmente os Airbus A330.

O comunicado da transportadora aérea realça que o “último avião de longo curso com cabina antiga já não voa com as cores da TAP”, acrescentando que, “com a saída de operação comercial do Airbus A330 com matrícula CS-TOG, a companhia passa a ter uma frota integralmente renovada e uma das mais jovens do mundo”.

“Há apenas um ano idade média da frota de longo curso era de 15 anos e agora é de 3,9 anos”, sublinham os responsáveis da TAP, observando que a “nova frota traz maior satisfação dos clientes, redução de consumos de combustível e melhor eficiência operacional e ambiental, permitindo aumento dos passageiros transportados e expansão para novos mercados e destinos”

“Com a saída de operação do último dos aviões com produto de cabine desatualizado, a frota de longo curso da companhia já está modernizada a 100% e tem agora uma idade média de 3,9 anos quando, há um ano, tinha uma idade média de 15 anos”, garante o comunicado em questão.

“Em três anos, chegaram à TAP novos aviões NEO, saíram aeronaves da geração anterior e foi feita a renovação de interiores dos restantes aviões, um processo de modernização da frota que entra para a história da aviação civil, como uma das mais rápidas transformações de frota que alguma vez aconteceu a nível mundial”, reclamam os responsáveis da TAP.

Por um lado, “com a saída do Airbus A330-200 CS-TOG, no dia 29 de novembro, os voos transatlânticos são agora operados em exclusivo por aviões novos ou com interiores de cabina modernos que permitem oferecer aos passageiros os níveis mais elevados de conforto”, enquanto “a nova frota permite à TAP abrir novas rotas, reforçar a rede de destinos e diversificar os mercados em que opera”.

Ler mais
Recomendadas

Estudo revela que três em cada dez startups do Porto correm o risco de fechar

O relatório “Impacto da Covid-19 nas Startups do Porto”, elaborado pela Porto Digital, FES Agency e Aliados Consulting, revela que 31,7% das startups têm até três meses de capital disponível.

PremiumMontepio Crédito defende CFEI para capitalizar empresas

Pedro Gouveia Alves realça que este instrumento de crédito fiscal já deu provas positivas em 2014. Autonomia financeira do setor ronda apenas os 20%.

PremiumProibição dos festivais até ao final de setembro “é uma catástrofe para centenas de empresas”

Todos os serviços que estão integrados na realização de um festival musical estão a ser afetados pela lei que proíbe a realização desse tipo de eventos.
Comentários