Técnico no Top 20 das escolas de engenharia europeias

Ranking de Shangai coloca o Instituto Superior Técnico no intervalo entre as 50 e 75 melhores instituições de ensino superior na área das engenharias do mundo.

Técnico DR

O Instituto Superior Técnico está entre as 17 melhores instituições de ensino superior da Europa na área das engenharias, segundo o Academic Ranking of World University (ARWU), também também conhecido como Ranking de Shangai, ontem divulgado. A nível mundial, o Técnico no intervalo entre as 50 e 75, à frente de instituições como a Johns Hopkins University ou Duke University.

O ranking de Shangai, considerado um dos mais importantes do mundo, é liderado pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) com o qual o Técnico possui vários graus conjuntos.

Também a Universidade de Lisboa, em que o Técnico está integrado, melhorou consideravelmente a sua posição estando agora entre as 200 melhores do mundo (entrando na lista das instituições que estão no intervalo entre a 151 e 200 melhores do mundo).

Em comunicado, a maior escola de Engenharia do país refere que semelhante destaque é justificado pela “qualidade do ensino e investigação desenvolvida pela Escola”, fruto de “uma estratégia de desenvolvimento e internacionalização”, que tem sido desenvolvida desde a sua criação em 1911.

A qualidade da investigação e desenvolvimento do IST, associada à qualidade dos nossos professores, alunos e graduados, têm permitido obter posições de destaque nos rankings internacionais, que são mais uma vez confirmadas por este ranking, sublinha Arlindo Oliveira, presidente do Técnico.

“O posicionamento do IST nos rankings internacionais contribui para afirmar a qualidade da engenharia Portuguesa, e projeta positivamente a imagem do nosso país na Europa e no mundo. Este ranking vem mais uma vez confirmar que o Técnico é uma das melhores escolas de engenharia europeias, a par (neste ranking) com universidades tão consideradas como Oxford, TU Eindhoven, TU Munich e KU Leuven”, acrescenta o responsável máximo pelo Instituto Superior Técnico.

O “Academic Ranking of World University usa indicadores objetivos para classificar as universidades e suas formações, a nível mundial, incluindo o número de ex-alunos vencedores do Prémio Nobel e Medalha Field, número de investigadores citados, artigos publicados e indexados, e desempenho docente, entre outros. Mais de 1.200 universidades são analisadas e classificadas, sendo publicadas as 500 melhores.

Ler mais

Recomendadas

Carga fiscal em Portugal subiu para 35,4% do PIB em 2018

A carga fiscal em Portugal subiu dos 34,3% do PIB em 2017 para os 35,4% em 2018, o valor mais elevado desde 2000, acima da média dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Metade das rendas do programa de rendas acessíveis estão abaixo dos 500 euros

O Governo espera dentro de dois anos que 20% dos contratos de arrendamento firmados serão feitos no âmbito do PAA. A maioria dos contratos estão a ser assinados em Lisboa, diz a tutela.

Portugal cresce acima da zona euro que estabilizou no terceiro trimestre

A contribuir para esta evolução esteve o aumento de 0,5% do consumo das famílias na zona euro e na União Europeia a 28, enquanto o investimento avançou 0,3%, uma queda abrupta após ter aumentado 5,7% na zona euro e 4,3% na UE28 no trimestre anterior.
Comentários