“Tecnologia torna os serviços jurídicos mais eficientes”

Daniel B. Rodriguez, presidente da American Bar Association Center for Innovation, considera que a inovação está a impactar a prática do Direito. Consideração foi efetuada no primeiro Lisbon, Law & Tech, um evento internacional organizado pelo Instituto do Conhecimento da Abreu Advogados, e que conta com o Jornal Económico como media partner.

Cristina Bernardo

Para Daniel B. Rodriguez, da American Bar Association Center for Innovation, a disrupção tecnológica não tem de ser necessariamente má para os advogados. “A tecnologia está a impactar a prática do Direito, dos Smart Contracts à Inteligência Artificial. Mas os humanos continuam a ser necessários”, disse hoje no primeiro Lisbon, Law & Tech, um evento internacional organizado pelo Instituto do Conhecimento da Abreu Advogados, e que o Jornal Económico é media partner.

Para o anterior diretor da Northwestern School of Law, em Chicago, e anteriormente professor em Harvard e Stanford, “Os avanços em machine learning são muito importantes para os advogados e torna os clientes mais satisfeitos”.

Segundo Daniel B. Rodriguez, na mente do advogado moderno as práticas legais devem ser desenhadas à medida do cliente e vistas de uma forma mais complexa. “O advogado deve olhar para a tecnologia como um ativo porque torna os serviços jurídicos mais eficientes. Eles devem também colaborar com profissionais de outras áreas para atingirem este objetivo”.

A Inteligência Artificial, Big Data e a ligação entre o Direito e a Tecnologia estarão hoje em discussão no primeiro Lisbon, Law & Tech, um evento internacional organizado pelo Instituto do Conhecimento da Abreu Advogados, que se realiza no Auditório da Abreu Advogados, em Lisboa.

Esta conferência é o ponto alto da Abreu Tech Week, uma semana dedicada à Law and Tech, com a inauguração de uma exposição de arte de Jorge Santos, que integra duas obras interativo-digitais, e exposições e eventos em torno do tema da inovação e da aplicação das novas tecnologias ao Direito.

 

 

Ler mais
Relacionadas

Investimentos em legal tech estão a aumentar

As tendências tecnológicas, as técnicas de gestão e a crescente inovação estiveram hoje em debate no Lisbon, Law & Tech, um evento internacional organizado pelo Instituto do Conhecimento da Abreu Advogados.

“Quem se especializar em tecnologia não vai ficar desempregado”

Alexandre Zavaglia e Hélder Galvão falaram sobre o impacto da tecnologia na advocacia durante o evento Lisbon, Law & Tech organizado pela Abreu Advogados, no qual o Jornal Económico é media partner.

Abreu Advogados anuncia parceria com a Future Law

A relação entre as duas entidades está marcada para o início de 2020 e foi hoje anunciada no Lisbon, Law & Tech, um evento internacional organizado pelo Instituto do Conhecimento da Abreu Advogados, e que conta com o Jornal Económico como media partner.
Recomendadas

PremiumFirmas multidisciplinares dividem advogados

PS prepara anteprojeto de lei para reorganizar as ordens, abrindo caminho à criação de sociedades compostas por advogados e outros profissionais. Bastonário é contra, mas a classe está dividida.

A modernização “inevitável” de um setor tradicional como o da advocacia

Mesmo antes da aceleração que a pandemia promoveu, as sociedades de advogados de maior renome viviam já um processo de transição digital que facilitou a adaptação à advocacia remota.

O que dizem os advogados sobre a inovação na hora de servir o cliente

Líderes e responsáveis de inovação dos principais escritórios de advocacia em Portugal falam em compatibilidade entre deontologia e tecnologia, mas alertam para a necessidade de uma “sensabilidade acrescida” ou até de criação de comités para garantir o cumprimento dos deveres da profissão.
Comentários