Teixeira Duarte vende gestora do Hospital de Cascais por 19,4 milhões de euros

Operação terá um impacto nas contas da “Teixeira Duarte, S.A.” de 2018 nos capitais próprios de cerca de 19 milhões de euros, permitindo uma redução do passivo do Grupo em cerca de 75 milhões de euros.

A Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A. (TD-EC) chegou a acordo com subsidiárias de um fundo de investimento gerido pela sociedade gestora 3i Investments para alienação de 90% do capital social da TDHOSP – Gestão de Edifício Hospitalar, S.A, refere a empresa num comunicado enviado à Comissão de Valores de Mercado Mobiliário (CMVM). O acordo foi alcançado no passado dia 9 de abril.

A TDHOSP é uma sociedade detida a 100% pela TD-EC e é titular da concessão para a gestão do edifício do Hospital de Cascais. O preço global definido para a operação, incluindo a transmissão das ações e dos direitos de crédito existentes sobre a TDHOSP, é de cerca de 19,4 milhões de euros.

A realização desta operação terá um impacto nas contas da “Teixeira Duarte, S.A.” de 2018 nos capitais próprios de cerca de 19 milhões de euros, permitindo uma redução do passivo do Grupo em cerca de 75 milhões de euros.

A transmissão tem como condição suspensiva, para além da obtenção do consentimento da própria TDHOSP, a obtenção de autorização por parte do estado português, enquanto entidade concedente, e das entidades financiadoras da concessão, o que se estima que ocorra até 30 de julho de 2018.

Recomendadas

Arábia Saudita: empresas portuguesas identificam potenciais parcerias

A missão empresarial organizada pela AEP decorreu entre os passados dias 7 e 10 de outubro, contando com seis empresas nacionais do setor da construção, que participaram na feira ‘Saudi Build & Stone Tech 2019’.

Construtora Mota-Engil coloca uma emissão de 75 milhões em obrigações para os pequenos investidores

O pagamento da taxa de juro bruta é de 4,375%. A oferta pública de subscrição arranca na próxima segunda-feira, dia 14 de outubro e termina no dia 25 do mesmo mês.

Produção na construção registou variação homóloga de 2,9% no mês de agosto

Este ligeiro abrandamento foi determinado pelo segmento da engenharia civil que apresentou uma variação de 3,2%, 0,3 pontos percentuais inferior à observada no mês de julho.
Comentários