“Tejo” já percorreu mais de 4 mil milhas nos mares do arquipélago da Madeira

O patrulha “Tejo” já percorreu 4.000 milhas ao serviço da Marinha nos mares da Madeira. Além de outras, efetuou até agora quatro missões às ilhas Selvagens.

O patrulha costeiro Tejo, em missão na Zona Marítima da Madeira há dois meses, já percorreu 4.000 milhas ao serviço da Marinha.

Na realidade, o NRP Tejo, a mais recente unidade naval da Marinha, que dá nome à classe, efetuou até agora quatro missões às ilhas Selvagens, entre outras. O objetivo foi a apoio logístico à Autoridade Marítima Local, concretamente aos agentes da Polícia Marítima que asseguram na ilha selvagem Grande a extensão do comando local da Polícia Marítima do Funchal e ao pessoal do Troço do Mar que assegura as funções de repartição marítima, e também para apoio aos vigilantes da natureza do Parque Natural da Madeira, em serviço na Reserva Natural das Ilhas Selvagens.

Durante este período, o navio de patrulha costeiro foi empenhado numa operação de busca e salvamento e realizou 16 ações no âmbito do controlo da atividades marítimas e da pesca na região.

Em concreto, esta é uma forma que a Marinha e a Autoridade Marítima, com o apoio do sistema de vigilância Costa Segura, dos meios navais da Marinha e dos meios náuticos da Polícia Marítima, têm para assegurar em permanência a busca e o salvamento marítimo e o exercício da autoridade do Estado do mar neste arquipélago, bem como a vigilância da fronteira externa mais a sul do país.

O Tejo, modelo Stanflex 300, proveniente da Dinamarca, é o primeiro de quatro navios desta classe.

O navio chegou a Portugal no dia 12 de maio de 2015 tendo sido aumentado ao efetivo a cinco de maio de 2016. Posteriormente, foi modernizada na Arsenal do Alfeite e representa o início da substituição progressiva dos atuais navios patrulha da classe Cacine, que operavam anteriormente na Madeira.

Com uma guarnição de 23 elementos, construção modular e com comprimento de 54 metros, atinge uma velocidade máxima de 28 nós e tem uma autonomia de 2.400 milhas náuticas. É um navio versátil, que opera junto a zonas costeiras em missões de vigilância, patrulha e defesa, em funções de segurança e autoridade do Estado, entre outras missões de natureza não militar.

Ler mais
Recomendadas

Taxa do crédito habitação sobe na Madeira para os 1,004%

O montante em dívida desceu para os 58 mil 247 euros no crédito à habitação mas a prestação média e a amortização subiram na Madeira.

JPP entrega em tribunal intimação contra Município do Funchal sobre Frente Mar

O JPP espera por documentos relativos à empresa pública Frente Mar Funchal, que acredita só chegarem agora por ordem do Tribunal.

Governo da Madeira cria linha de crédito até cinco milhões de euros para escolas profissionais

A linha de crédito vai ser para adiantar os fundos comunitários do Fundo Social Europeu fazendo com que as escolas profissionais equilibrem a sua tesouraria.
Comentários