Tenha em atenção a sustentabilidade para preservar meio ambiente e alimentação mais saudável, recomenda Deco

Alimentação sustentável é um termo utilizado para definir a adoção de um conjunto de estratégias capazes de gerir os recursos naturais, de modo a garantir a satisfação das necessidades humanas, conservando as funções dos ecossistemas e proporcionando o acesso a todos de alimentos nutritivos.

Alimentação e sustentabilidade ainda não são conceitos que andam de mão dada, mas ambos devem ser cada vez mais associados e sempre com o objetivo de preservar o meio ambiente e de garantir uma alimentação mais saudável.

A alimentação sustentável é então um termo utilizado para definir a adoção de um conjunto de estratégias capazes de gerir os recursos naturais, de modo a garantir a satisfação das necessidades humanas, conservando as funções dos ecossistemas e proporcionando o acesso a todos de alimentos nutritivos.

Vivemos em plena emergência climática, portanto há que refletir sobre como se conseguirá alimentar mais de sete milhões de pessoas sem danificar a sustentabilidade? É certo que em 2050 haverá um aumento de 30% da população mundial.

Entre muitos outros factores, a agricultura intensiva ocupa um lugar de destaque na degradação do meio ambiente. Sabia que cerca de 25% dos gases de efeito de estufa são emitidos através da agricultura?

São necessários mais solos desflorestáveis e aráveis para a produção alimentar, sendo que essa procura afeta as perdas de habitats das florestas e ameaça a biodiversidade, para além de que os produtos utilizados na produção de alimentos (como pesticidas fertilizantes, entre outros) acabam por prejudicar cada vez mais a natureza.

O que pode o consumidor fazer no seu dia-a-dia? Deixamos-lhe algumas dicas!

  1. Conheça a origem dos produtos que compra e opte por produtos locais;
  2. Consuma produtos da época e frescos;
  3. Adopte a dieta mediterrânea, privilegiando o consumo de produtos de origem vegetal, sazonais e locais. Opte por leguminosas, legumes, frutas, frutos secos, etc
  4. Seja um mestre na cozinha, aproveite as sobras. Evite o desperdício alimentar.
  5. Reduza o uso das embalagens e do plástico;
  6. Não compre em excesso, nem aquilo que não precisa. Tenha especial atenção à data de validade.

O resto é consigo, lembre-se que o mundo é um EMPRÉSTIMO.

Procure-nos em: DECO MADEIRA na Loja do Munícipe do Caniço, Edifício Jardins do Caniço loja 25, Rua Doutor Francisco Peres; 9125 – 014 Caniço; deco.madeira@deco.pt; ou contacte-nos para o número: 968 800 489.

Ler mais
Recomendadas

Madeira: Governo Regional vai criar linha de crédito bonificada de cinco milhões de euros para setor primário

As medidas de apoio do Executivo regional ao setor agrícola e agroalimentar regional incluem ainda a aquisição às agroindústrias locais, para posterior redistribuição às Instituições de Solidariedade Social da RAM, até 120 mil euros de produtos lácteos diversos.

Cristiano Ronaldo e Jorge Mendes doam cinco ventiladores à Madeira

Para o Governo Regional, “a cedência destes equipamentos ao SESARAM e à Região vai aumentar a capacidade de resposta ao doente crítico no combate à pandemia”, juntando-se aos 99 ventiladores de que a região dispõe.

Madeira quer restringir para 120 o número de passageiros desembarcados

Miguel Albuquerque argumentou que esta não é uma questão de “autorizar ou facultar o regresso” dos madeirenses que querem regressar, considerando ser “humano e compreensível” que todos queiram estar com os seus entes queridos.
Comentários