Terceiro passageiro na viagem ao espaço com Jeff Bezos pagou 23 milhões de euros

Este foi o único lugar colocado à venda e o dinheiro angariado reverterá a favor da fundação Club for the Future, uma associada da Blue Origin que promove o ensino da matemática e da ciência.

Depois da notícia que dava conta que Jeff Bezos vai ser um dos viajantes a bordo na primeira viagem ao espaço com passageiros da Blue Origin, uma companhia astronáutica fundada pelo próprio criador da Amazon, sabe-se agora que o terceiro lugar que tinha ido a leilão arrecadou 28 milhões de dólares (23 milhões de euros), este sábado.

De acordo com a notícia avançada pela “Bloomberg”, que cita um comunicado da própria empresa, o leilão que decorreu online contou com submissões de mais de sete mil pessoas de cerca de 160 países. A Blue Origin não irá revelar a identidade de quem pagou o pelo valor do lugar.

Este foi o único lugar colocado à venda e o dinheiro angariado reverterá a favor da fundação Club for the Future, uma associada da Blue Origin que promove o ensino da matemática e da ciência.

A missão vai durar 11 minutos, partindo de Van Horn, no Texas. A nave espacial New Shepard vai levar no máximo seis passageiros, sendo que um deles será o irmão de Bezos, Mark. Embora não se saiba ainda quem são os outros viajantes, sabe-se que a Blue Origin exige um conjunto de requisitos mínimos — como uma altura entre 1,52 metros e 1,94 metros, com peso entre os 50 e os 100 quilos e alguma resistência física, nomeadamente, a capacidade de subir sete lances de escadas em menos de 90 segundos e permanecer sentados durante 90 minutos sem acesso à casa de banho. Acresce ainda a necessidade de terem de suportar forças gravitacionais de até 5,5 vezes o seu peso na descida e 3 vezes o peso durante dois minutos na subida.

Embora a viagem seja curta, a empresa garante que os clientes usufruem de uma experiência de três dias que inclui sessões de treino no complexo de lançamento da empresa, no Texas. A viagem está prevista para acontecer apenas algumas semanas antes de Jeff Bezos abandonar o cargo de CEO da Amazon.

Recomendadas

Os caminhos da recuperação empresarial

Com a perspetiva do aumento das insolvências, vários mecanismos visam a celeridade e eficiência na recuperação de empresas.

Via extrajudicial continua sem ter interessados

O RERE foi criado como alternativa à vida judicial, mas não tem tido a adesão empresas. Associação de mediadores diz que falta informação.

BES: Pareceres atribuem prejuízos da recompra de obrigações à administração que sucedeu a Salgado

Dois pareceres juntos pela defesa de Ricardo Salgado no processo do Eurofin atribuem à gestão que lhe sucedeu a responsabilidade pelos prejuízos gerados pela recompra das obrigações BES e que levaram à sua condenação pelo supervisor.
Comentários