Tetra Pak investiu 80 milhões de euros em embalagens sustentáveis

Desde 2012, a empresa investiu 17 milhões de euros em infraestruturas de reciclagem. Os responsáveis da empresa recordam ainda que as embalagens da Tetra Pak reduzem até 51% as emissões de carbono em todo o seu ciclo de vida.

A Tetra Pak investiu mais de 80 milhões de euros no desenvolvimento das embalagens sustentáveis do futuro. Desde 2012, a empresa investiu 17 milhões de euros em infraestruturas de reciclagem. Os responsáveis da empresa recordam ainda que as embalagens da Tetra Pak reduzem até 51% as emissões de carbono em todo o seu ciclo de vida.

Nesse sentido, “a Tetra Pak desenvolveu a campanha ‘Boa Embalagem para um Planeta Melhor’, uma campanha informativa que dá a conhecer os benefícios ambientais das suas embalagens aos consumidores portugueses”.

“A Tetra Pak tem um compromisso assumido com o meio ambiente e estabeleceu como prioridade reduzir ao máximo o impacte no planeta. Este novo ‘website’, lançado em Espanha e Portugal, tem como objetivo principal dar a conhecer a sustentabilidade das embalagens da Tetra Pak e centra-se em três pilares fundamentais: a renovabilidade, as baixas emissões de CO2 e a reciclabilidade”, explica a empresa em comunicado.

Segundo a Tetra Pak, esta plataforma informativa foi desenvolvida “para dar a conhecer os benefícios ambientais das suas embalagens para os consumidores portugueses”.

“Desta forma, a Tetra Pak deixa à disposição do consumidor um conjunto de conteúdos (vídeos, infografias e ilustrações) que mostram as vantagens ambientais das embalagens de cartão para bebidas em comparação com outras alternativas, através de informação detalhada sobre a origem das matérias primas, a redução de emissões de CO2, o uso de plásticos de origem vegetal, o consumo de cartão proveniente de florestas geridas de forma responsável, a consciencialização da importância da reciclagem e a explicação do processo de reciclagem das embalagens”, adianta o referido comunicado.

Segundo Ramiro Ortiz, recentemente nomeado diretor geral da Tetra Pak Ibéria, “combater as alterações climáticas é crucial para nós”.

“Estamos a trabalhar para apoiar o futuro sustentável do nosso planeta e o sucesso a longo prazo dos nossos clientes, contribuindo diretamente para os ‘Objetivos de desenvolvimento Sustentável’ das Nações Unidas (ODS) nºs 6, 7, 9, 12, 13, 15 e 17. Esperamos que a campanha ‘Boa Embalagem para um Planeta Melhor’ seja importante para uma escolha consciente por parte dos nossos clientes e consumidores, uma vez que explica de forma detalhada o motivo pelo qual as embalagens que produzimos são uma alternativa sustentável para o embalamento de bebidas e alimentos com o menor impacte ambiental possível. Acreditamos que todos podemos marcar a diferença ao optarmos por produtos mais sustentáveis”, defende este responsável.

De acordo dom o referido comunicado, “a Tetra Pak trabalha intensamente numa economia circular baixa em emissões de carbono para a indústria de alimentos e bebidas”.

“Inovações como as soluções asséticas, a tecnologia ‘eBeam’, as embalagens 100% renováveis e operações baixas em emissões de carbono demonstram que a sustentabilidade está desde sempre no centro da organização. São várias as conquistas registadas no plano de sustentabilidade empresarial, tanto a nível global como local, como a Tetra Pak detalha no Relatório de Sustentabilidade 2019”, assinala o referido relatório.

O mesmo documento acrescenta que “exemplos locais como a introdução no mercado português de tampas de plástico de origem vegetal produzidas a partir da cana de açúcar em substituição do petróleo, a incorporação de carros híbridos na frota de veículos da empresa, que rondará os 50% até ao final de 2019, a utilização de papel 100% FSC ou o lançamento de projetos nacionais como a exposição ‘Boa Embalagem, Boa Vida’, que registou mais de 10.000 visitantes em todo o país ou a iniciativa ‘Vem Brincar a Reciclar’ que permitiu angariar mais de 14.500 euros para a reconstrução do parque infantil da Mata de Madre Deus, em Lisboa, comprovam este forte compromisso”.

A Tetra Pak reclama ser a empresa líder mundial em soluções de processamento e embalagem alimentar.

“Trabalhamos em proximidade com os nossos clientes e fornecedores, fornecendo produtos seguros, inovadores e ambientalmente sãos, que, diariamente, dão resposta às necessidades de milhões de pessoas em mais de 160 países. Com mais de 25.000 colaboradores em todo o mundo, acreditamos numa liderança industrial responsável e numa abordagem sustentável ao negócio. O nosso lema, ‘Protege o que é bom’, reflete a nossa visão de tornar os alimentos seguros e disponíveis em qualquer lado”, conclui o referido comunicado.

Ler mais
Recomendadas

Empreendedores australianos são quem mais teme que alterações climáticas prejudiquem as suas empresas

Os incêndios florestais que devastam parte da Austrália já representam uma fatura próxima dos 630 milhões de euros para o setor segurador. Preocupação pelas alterações climáticas é 48% mais elevada que a média global.

Greta Thunberg em Davos: “Ciência e voz dos jovens precisam de ser o centro da conversa”

A ativista participa no Fórum Económico Mundial que decorre entre os dias 21 e 24 de janeiro na cidade de Davos, na Suíça: “Eu não sou uma pessoa que pode reclamar por não ter sido ouvida”, admitiu a jovem sueca.

Um dos mais potentes gases com efeito de estufa está a aumentar na atmosfera, alertam cientistas

Os cientistas esperavam uma queda nos níveis de HFC-23 depois da Índia e a China se terem comprometido a interromper as emissões até 2017. Uma tonelada deste gás emitido para a atmosfera é equivalente a 12 mil toneladas de dióxido de carbono.
Comentários