Têxtil portuguesa Inovafil desenvolveu fios com pelo de bovídeo dos Himalaias

Uma das fibras desenvolvidas pela empresa tem por base o milho e é biodegradável. A empresa já fatura 18 milhões de euros por ano, exportando diretamente cerca de 30% da sua produção.

A têxtil portuguesa Inovafil desenvolveu um fio composto por pelo de iaque, bovídeo proveniente da região do Himalaias, e por uma fibra de PLA (poliácido lático).

A fiação de Vila Nova de Famalicão demonstra assim estar na primeira linha da sustentabilidade, “com soluções ecológicas e inovadoras, num momento em que a indústria procura matérias-primas biológicas e produtos reciclados”, destaca um comunicado da autarquia local.

De acordo com o documento, o novo produto foi lançado em setembro, na ‘Première Vision’ – umas das mais importantes feiras do setor –, em Paris, e é finalista do ‘iTechStyle Awards’, prémio de inovação instituído pelo Citeve.

“A fibra de iaque, cuja suavidade se compara à da caxemira, é complementada por propriedades de respirabilidade e resistência a odores, por ser antibacteriana e natural. A fibra de PLA, biodegradável, é de produção sustentável, tendo como base o milho, uma fonte renovável, pelo que requer menos energia e emite menos dióxido de carbono para a atmosfera que outros polímeros. É biodegradável em condições ideais de compostagem (condições adequadas de luz, humidade, temperatura), degradando-se em meses, ao contrário de outros plásticos, como o poliéster, que demoram anos a decompor-se”, explica Rui Martins, administrador da Inovafil.

De resto, na opinião deste responsável, o futuro próximo da fileira passa exatamente por encontrar receitas cada vez mais verdes, tanto nas matérias-primas como no ciclo de produção.

Esta solução foi desenvolvida pela equipa interna da Inovafil dedicada à Investigação e ao Desenvolvimento (I&D) em parceria com a empresa congénere Lurdes Sampaio.

A Inovafil é uma empresa do universo Mundifios, tendo nascido em 2015, vocacionada para fazer fios especiais.

A empresa conta com 120 trabalhadores, um volume de negócios anual de 18 milhões de euros.

A Inovafil tem uma quota de exportações diretas que ronda os 30% e uma capacidade produtiva de 160 toneladas de fio por mês.

Ler mais

Recomendadas

Venda de combustível nos postos de abastecimento cai mais em fevereiro

Daí que a procura e consumo de produtos petrolíferos devam aumentar, sobretudo a partir do segundo semestre deste ano, devendo apesar de tudo “começar a ser sentido de forma mais clara a partir dos meses de abril e maio deste ano”.

PAN lança ofensiva contra as carnes processadas nas escolas e na publicidade

Dois projetos de lei e um projeto de resolução apresentados nesta terça-feira pretendem limitar o acesso a produtos alimentícios como salsichas e enchidos, que ficariam proibidos nas escolas e com grandes limitações na publicidade televisiva e radiofónica.

Exportações de vinhos portugueses cresceram 3% nos primeiros dois meses de 2021

Apesar da subida geral, há a registar quebras em mercados como Espanha, França, Luxemburgo, Suíça, Reino Unido, Estados Unidos e Angola.
Comentários