Tonic App vence Lisbon Investment Summit com plataforma para ajudar médicos

A aplicação desenvolvida pela empresa nacional agrega vários conteúdos e ferramentas de que os clínicos necessitam para tratar os seus pacientes. A startup liderada por Daniela Seixas terá acesso ao programa “Grow”, do grupo José de Mello.

A empresa portuguesa Tonic App venceu a competição do Lisbon Investment Summit (#LIS18) com a apresentar de uma plataforma digital para auxiliar médicos a diagnosticar e a tratar os seus pacientes.

“É um dos melhores eventos em Portugal para a procura de investimento de capital de risco. Este prémio dá-nos visibilidade global exatamente na altura em que estamos à procura de smart investors na área da saúde digital e tecnologia”, explica Daniela Seixas, médica e CEO da Tonic App.

Utilizada por mais de 5.000 médicos em Portugal, a plataforma vai agora aceder ao programa de aceleração “Grow”, do grupo José de Mello.

“Ganhar o #LIS18 é fruto do trabalho incansável de uma equipa fantástica e um passo muito importante na nossa caminhada para tornarmos a Tonic App a ferramenta digital de todos os médicos”, completa Gonçalo Vilaça, COO.

Com dois anos, ADN do Porto e ‘apadrinhamento’ da Portugal Ventures, a Tonic App quer apostar na internacionalização, pelo que evento organizado pela Beta-i poderá ser o início de uma nova fase para o negócio, segundo acreditam os responsáveis pelo projeto.

Recomendadas

Matosinhos chama empreendedores do mar para “inverter ciclos negativos” da economia azul

O programa BluAct é apresentado esta segunda-feira em Matosinhos, cidade que representa Portugal a nível europeu. “Há cerca de 200 investigadores a trabalhar no centro tecnológico CIIMAR que, em muitos casos, têm ideias que não avançam por não terem estímulos suficientes”, disse António Correia Pinto, vereador do Ambiente da Câmara Municipal, ao Jornal Económico.

PremiumJorge Lopes Costa: “O único recurso capaz de inovar são as pessoas”

Universidade Católica lança formação avançada em empreendedorismo corporativo. Inscrições já estão abertas.

Filipe Almeida: “Filantropia está a evoluir de clássica para estratégica, orientada para projetos inovadores”

O presidente da iniciativa Portugal Inovação Social acredita que, num futuro próximo, só os negócios e as empresas que alinhem estrategicamente o seu propósito económico com o seu impacto social e ambiental serão sustentáveis.
Comentários