Topo da agenda: o que não pode perder na economia e nos mercados esta semana

Semana arranca com a divulgação dos dados sobre a confiança dos consumidores e clima económico. A meio da semana destaque para a publicação dos dados do desemprego em Portugal e na zona euro, assim como para a publicação das minutas da Fed. Na sexta-feira, as atenções estarão centradas na votação final global do Orçamento Suplementar.

Cristina Bernardo

Segunda-feira, 29 de junho

Evento em destaque: Inquéritos de Conjuntura às Empresas e aos Consumidores

O Instituto Nacional de Estatística (INE) publica os inquéritos de conjuntura às empresas e aos consumidores, relativos a junho. Em maio, o indicador de confiança dos Consumidores recuperou parcialmente, registando o maior aumento da série, depois da forte contração em abril face ao mês anterior, atingindo mínimos desde maio de 2013. Já o indicador de clima económico apresentou um ligeiro aumento, após ter atingindo mínimos de sempre em abril.

Outros eventos em foco:

  • INE publica o Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação

Terça-feira, 30 de junho

Evento em destaque: Audição de Pedro Nuno Santos na Comissão de Economia

Numa altura em que o a injeção de capital do Estado na TAP está num impasse, o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos vai ser ouvido na Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, no Parlamento, sobre a política do ministério e assuntos da atualidade. Depois das audições do presidente executivo da companhia aérea, Antonoaldo Neves, e do presidente do conselho de administração, Miguel Frasquilho, os deputados irão mais uma vez questionar o ministro da tutela sobre o tema.

Outros eventos em foco:

  • INE publica a estimativa Rápida do IPC/IHPC, de junho.
  • INE divulga o Índice de Produção Industrial, de maio.
  • Office for national statistics publica o PIB do Reino Unido, do primeiro trimestre
  • Votação na especialidade das propostas ao Orçamento Suplementar

Quarta-feira, 1 de julho

Evento em destaque: Entra em vigor as alterações ao desconfinamento, com Portugal a três velocidades

Portugal vai passar a estar a três velocidades a partir desta quarta-feira. Entram em vigor as medidas aprovadas em Conselho de Ministros, na semana passada, que colocam 19 freguesias dos concelhos da Amadora, Odivelas, Loures, Sintra e Lisboa, em situação de calamidade. Por outro lado, passa a vigorar a situação de alerta em todo o território nacional continental, com exceção da Área Metropolitana de Lisboa, onde se aplica a situação de contingência.

Outros eventos em foco:

  • Banco de Portugal publica os dados referentes à dívida pública
  • INE divulga o Inquérito Rápido e Excecional às Empresas – Covid-19, referente à segunda quinzena de junho
  • INE publica as estimativas mensais de emprego e desemprego, de maio.
  • É conhecido o PMI Industrial da zona euro
  • São divulgadas as minutas da última reunião da Reserva Federal norte-americana

Quinta-feira, 2 de julho

Evento em destaque: Desemprego na zona euro

O Eurostat publica aos dado do desemprego na zona euro, relativos a maio. Em abril, a taxa de desemprego subiu para 7,3% na zona euro e 6,6% na UE. Na zona euro, este indicador avançou face aos 7,1% registados em março, mas ficou abaixo dos 7,6% de abril do ano passado. Já na União Europeia, os 6,6% de abril comparam-se com os 6,4% de março.

Outros eventos em foco:

  • É conhecida a taxa de desemprego nos Estados Unidos
  • Pedidos de subsídios de desemprego nos Estados Unidos
  • A Comissão de Saúde recebe, em audição, a Ministra da Saúde, Marta Temido​, para debater a política geral do Ministério e outros assuntos de atualidade.​​
  • Designação de relator de parecer sobre a personalidade indigitada para o cargo de Governador do Banco de Portugal, que cabe ao grupo parlamentar do PS (Comissão de Orçamento e Finanças) e discussão e votação de requerimento apresentado pelo CDS-PP, relativo à calendarização da audição de Mário Centeno para Governador do Banco de Portugal

Sexta-feira, 3 de julho

Evento em destaque: Votação final global do Orçamento Suplementar

O Parlamento vota esta sexta-feira a proposta final do Orçamento Suplementar, depois das votações que irão decorrer na especialidade, para integração das propostas dos partidos. A Assembleia da República aprovou a 17 de junho na generalidade a proposta do Orçamento Suplementar, com a abstenção do PSD, do Bloco de Esquerda, do PCP, do PEV, do PAN e da deputada não inscrita Joacine Katar Moreira e os votos contra da CDS-PP, da Iniciativa Liberal e do Chega.

Outros eventos em foco:

  • É conhecido o PMI de Serviços da zona euro
Ler mais

Recomendadas

Mar 2020 com 421,7 milhões de euros de despesa pública comprometidos até junho

O programa, que se insere no Portugal 2020, apresenta uma taxa de compromisso de 83,4% e 41% de execução, segundo o ministro Ricardo Serrão Santos.

Revisão do Orçamento dos Açores aprovada na Assembleia Regional

Na apresentação da revisão do orçamento, o vice-presidente do Governo Regional avançou que a proposta prevê um aumento de 210,4 milhões de euros da despesa orçamental e uma redução de 74,6 milhões da receita.

António Costa e Giuseppe Conte avisam que degradação das previsões económicas impõem acordo europeu já

Os primeiros-ministros de Portugal e de Itália alegaram esta terça-feira que o agravamento das previsões negativas da economia feitas pela Comissão Europeia impõe um acordo entre os 27 Estados-membros já na próxima reunião do Conselho Europeu.
Comentários