Topo da agenda: o que vai marcar a atualidade esta quinta-feira

Esta quinta-feira realiza-se a primeira reunião do ano do Banco Central Europeu, onde se espera que seja discutido o processo de recalibragem dos instrumentos de política monetária do banco central para atacar a crise provocada pela pandemia de Covid-19.

O evento em destaque esta quinta-feira, dia 21 de janeiro, é a realização da primeira reunião de 2021 do Banco Central Europeu. Em dezembro, a instituição presidida por Christine Lagarde avançou com o processo de recalibragem dos instrumentos de política monetária do banco central para atacar a crise, no qual se destacou o aumento do PEPP em 500 mil milhões de euros, para um total de 1,85 biliões de euros, e prolongamento do respetivo prazo até março de 2022.

Contudo, segundo as minutas divulgadas na semana passada, este reforço não foi unânime entre os membros do Conselho.

Outros eventos em foco:

  • Banco de Portugal divulga o endividamento da economia, bem como o financiamento das administrações públicas
  • Eurostat publica os dados do défice e da dívida pública da zona euro, referentes ao terceiro trimestre
Recomendadas

Covid-19: PCP quer apoios a 100% para pais “imediatamante e com efeitos retroativos”

Intervindo numa sessão pública, em Lisboa, Jerónimo de Sousa lamentou que “PS, PSD e CDS-PP” tenham rejeitado na Assembleia da República a proposta do PCP que previa “o pagamento do salário a 100% a quem está em assistência a filhos até aos 16 anos, enquanto as escolas se mantiverem encerradas”, devido à pandemia de Covid-19.

PremiumEconomistas alertam para risco de crise financeira

O volume moratórias de crédito quando comparado com o resto da Europa deixa antecipar fortes impactos na banca no pós-Covid.

PremiumUnião Europeia não pode continuar “em velocidade lenta”

O painel do Observatório “A Recuperação Económica depois da Covid-19” sobre ‘O papel da Europa e os desafios para o futuro no contexto global’ foi unânime em considerar que a UE deu, no contexto de combate à pandemia, mais uma prova da sua endémica lentidão.
Comentários