Toyota movido a hidrogénio bate recorde: 1.360 km sem reabastecer

O Toyota Mirai bateu o recorde de distância com um único tanque para os automóveis a hidrogénio.

O Toyota Mirai entrou para o livro de recordes do Guiness ao viajar com um único tanque de hidrogénio durante 1.360km sem ter a necessidade de reabastecer. Esta proeza foi realizada entre os dias 23 e 24 de agosto, num percurso de ida e volta pelo sul da Califórnia, nos Estados Unidos, revela o jornal espanhol “El Economista”.

Esta proeza foi validada pelo comissário do ‘Guinness World Records’, Michael Empric, com a colocação de um selo no início e fim do percurso. Este novo modelo da empresa japonesa registou o equivalente a 64,6 km por litro de combustível sem qualquer tipo de emissões além da água e consumiu um total de 5,65 quilos de hidrogénio.

O recorde anterior tinha sido atingido no final de maio quando um Toyota Mirai viajou durante 1.003 kms em França com um único tanque.

A viagem foi realizada pelos pilotos Wayne Gerdes e Bob Winger, tendo como ponto de partida o Toyota Technical Center (TTC) em Gardena, no estado da Califórnia, sede do grupo de desenvolvimento da Toyota Fuel, seguindo em direção a San Ysidro, voltando depois a norte para Santa Bárbara, passando por Santa Monica e a praia de Malibu, ao longo da costa do Pacífico, tendo regressado nesse dia ao TTC depois de percorrer 761km.

No dia seguinte os dois pilotos viajaram durante 599km entre Los Angeles e Orange County, altura em que o veículo acabou por ficar sem hidrogénio. O Toyota Mirai circulou durante os períodos de maior tráfego, tendo emitido zero emissões de dióxido de carbono, enquanto na mesma distância um veículo a gasolina teria emitido cerca de 301kg de CO2.

Este novo modelo da Toyota faz parte de uma estratégia do grupo nipónico que inclui veículos elétricos híbridos (HEV), híbridos plug-in (PHEV) e elétricos a bateria (BEV).

Recomendadas

Promotor imobiliário chinês Evergrande avisa que pode falhar reembolso de dívida

O promotor imobiliário chinês Evergrande, que se confronta com uma dívida de 310 mil milhões de dólares (274 mil milhões de euros), avisou esta sexta-feira que pode vir a ficar sem dinheiro para “cumprir as suas obrigações financeiras”.

Sines tem as “melhores condições” para atrair investimento direto estrangeiro, diz Eurico Brilhante Dias

O secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, disse esta sexta-feira que Sines (Setúbal) continua a ser a localização do país com “melhores condições para atrair investimento direto estrangeiro”, no âmbito da transição energética e climática.

Produtores vão gastar até mais 1.500 euros por hectare com escalada de preços

As organizações de produtores de tomate para indústria dizem estar preocupadas com a escalada dos preços dos fatores de produção, prevendo-se, que em 2022, a subida será entre os 1.200 e 1.500 euros por hectare.
Comentários