Toys “R” Us quer recuperar quota e faturar 170 milhões este ano

A multinacional reforçou a sua presença ‘online’ para recuperar a quota de mercado em Portugal e Espanha e quer faturar mais de 170 milhões de euros este ano.

A multinacional Toys “R” Us reforçou a sua presença ‘online’ para recuperar a quota de mercado em Portugal e Espanha e quer faturar mais de 170 milhões de euros este ano.

“Queremos recuperar a quota que tínhamos antes [da liquidação] nos Estados Unidos. O objetivo é faturar mais de 170 milhões de euros em 2019 e ultrapassar os 200 milhões em quatro anos”, assegurou, em entrevista à agência de notícias EFE, o presidente executivo da Toys “R” Us Ibéria, Paulo Sousa.

Para recuperar a quota de mercado em Portugal e Espanha, que caiu de 17% para 15% em três anos, a empresa aumentou a rapidez e flexibilidade das suas entregas e renovou a sua página na internet, permitindo que esta passasse a funcionar nos dispositivos móveis.

Por outro lado, a Toys “R” Us vai continuar a apostar no aumento da sua rede de lojas físicas, tanto para incrementar a sua presença, como para melhorar a experiência ‘online’, explicou Paulo Sousa.

A multinacional registou, em 2018, 152 milhões de euros de vendas em Espanha e Portugal, menos 15,5% do que no ano anterior, período que coincidiu com o encerramento de lojas no Reino Unido e com a liquidação do negócio nos Estados Unidos.

Em agosto de 2018, a cadeia de brinquedos anunciou a continuação da suas operações na Península Ibérica, após a sua compra por investidores portugueses.

“A operação da Toys “R” Us Ibéria continuará em funcionamento e desenvolvimento em Espanha, após um processo de aquisição por investidores portugueses, a Green Swan, representada por Paulo Andrez”, que se juntam à atual equipa de gestão, “como novos proprietários”, referiu a empresa, num comunicado divulgado na altura.

A Toys “R” Us entrou em Portugal em 1993, com a abertura das lojas de Telheiras (Lisboa) e de Vila Nova de Gaia. Um ano depois inaugurou a unidade no Cascais Shopping e em 1997 em Braga e no Centro Comercial Colombo (Lisboa).

Em 2002 inaugurou duas lojas no Almada Fórum e no Aveiro Retail Park. Em 2012 chegou ao Freeport, em 2014 ao Mar Shopping, em 2016 abriu em Braga e, em 2017, inaugurou a loja em Guimarães, de acordo com dados da empresa.

Ler mais
Recomendadas

Efeitos da pandemia da Covid-19 leva vendas da Henkel a cair 6%, para 9,5 mil milhões de euros no primeiro semestre de 2020

O lucro antes de juros e imposto sobre os rendimentos (EBIT), ou lucro operacional ajustado, fixou-se nos 1.191 milhões de euros entre janeiro e junho, o que se traduz num tombo de 27,5% face a igual período de 2019. A margem EBIT ajustada foi de 12,6%.

Coca-Cola regista perdas de 48% no mercado ibérico no segundo trimestre

A empresa de bebidas teve uma receita de 338 milhões de euros na sua divisão ibérica que engloba os territórios de Espanha, Portugal e Andorra. A faturação foi de 917 milhões, menos 28,5% do que o verificado no primeiro semestre do ano passado.

Porto de Leixões investe 13,5 milhões de euros em rebocadores de 70 toneladas de força de tração

Estes novos rebocadores vão substituir outros dois com mais de 40 anos e estão em linha com a estratégia de descarbonização que a administração portuária tem vindo a desenvolver nos portos sob sua jurisdição.
Comentários