Transferências suspeitas: que consequências para o futebol português? Assista ao ‘Jogo Económico’

Nesta edição do programa “Jogo Económico”, que vai para o ar esta sexta-feira às 19h00 na JE TV e A Bola TV, Diogo Luís, Luís Miguel Henrique e João Marcelino vão analisar as consequências para o futebol português destas cinco investigações. Elisabete Jacinto, piloto de todo-o-terreno, também estará no programa para falar sobre o investimento nestas modalidades.

O Ministério Público (MP) e a Autoridade Tributária (AT) têm cinco investigações abertas por suspeitas de fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais no mundo do futebol, avança a revista ‘Sábado’ esta quinta-feira, 6 de fevereiro. De acordo com a revista, a lista incluiu cerca de 40 alvos onde estão listados presidentes de clubes, agentes, empresários, empresas e várias dezenas de jogadores de futebol.

O processo-crime mais avançado será o que visa Pinto da Costa e o FC Porto, tendo resultado de oito inquéritos iniciados em 2017/18. Segundo a revista, estão em causa negócios de, pelo menos, 15 jogadores: Jackson Martínez, Iker Casillas, Radamel Falcao, James Rodríguez, Imbula, Mangala e o português Danilo Pereira. A AT estima que poderá estar em causa uma vantagem patrimonial ilegal perto de 20 milhões de euros.

Nesta edição do programa “Jogo Económico”, que vai para o ar esta sexta-feira às 19h00 na JE TV e A Bola TV, Diogo Luís, Luís Miguel Henrique e João Marcelino vão analisar as consequências para o futebol português destas cinco investigações.

Ainda neste programa, vamos receber a piloto de todo-o-terreno Elisabete Jacinto, a vencedora em 2019 do rali Africa Eco Race que não teve oportunidade de estar presente na edição deste ano.

Recomendadas

Serviços bancários em discussão no Parlamento. Acompanhe o debate em direto

O Parlamento apresenta e discute projetos de lei (BE, PCP, PAN e PS) sobre serviços bancários. Acompanhe a discussão em torno destes projetos.

“Claques de futebol? Poder político não pode deixar os clubes sozinhos”

O jornalista João Marcelino defendeu, na última edição do “Jogo Económico”, que o poder político não pode deixar os clubes sozinhos no terreno quando existem evidentes problemas com as claques, tal como aconteceu com o Sporting nos últimos meses.

“O que queremos que sejam as claques no futebol?”

Na última edição do programa “Jogo Económico” da plataforma JE TV, o advogado e consultor Luís Miguel Henrique considerou que o caso Marega vai ter impacto internacional e limitar aquilo que é a venda do produto futebol português.
Comentários