Transtejo vai disponibilizar “transportes alternativos” enquanto se mantiverem constrangimentos na ligação fluvial Montijo-Lisboa

Em alternativa às ligações fluviais, todos os detentores de passagens válidas, poderão recorrer a serviços rodoviários dedicados, encarregues de fazer a ligação entre o terminal do Barreiro e Lisboa.

Transtejo

Enquanto se mantiverem os constrangimentos operacionais na ligação fluvial Montijo-Lisboa, o Ministério do Ambiente e da Ação Climática (MAAC) garante que serão colocadas em prática soluções alternativas que serão garantidas pela Transtejo de forma provisória.

Num comunicado divulgado esta sexta-feira, a total de João Matos Fernandes anuncia que em alternativa às ligações fluviais, todos os detentores de passagens válidas, poderão recorrer a serviços rodoviários dedicados, encarregues de fazer a ligação entre o terminal do Barreiro e Lisboa.

A solução entrou hoje, dia 22 de outubro, em vigor e permanecerá de forma provisória enquanto as supressões de serviço se mantiverem.

Na nota, (MAAC) afirma que continua a procurar “uma solução definitiva para os constrangimentos operacionais que afetam as ligações fluviais na área metropolitana de Lisboa”.

Recomendadas

PremiumEugénio Rosa: “A substituição da administração do Banco Montepio é necessária”

“Sou totalmente contra uma administração que caia de paraquedas no Banco Montepio”, defende Eugénio Rosa, líder da lista C, candidata às eleição dos órgãos associativos do Montepio Geral.

PremiumPedro Corte-Real: “Há garantias do primeiro-ministro que o Montepio ia ser apoiado”

Pedro Corte-Real, que lidera a lista B para a presidência da Associação Mutualista Montepio Geral, defende que o Estado deve ajudar o Banco Montepio e diz que “esse apoio ainda não foi dado por falta de credibilidade das direções”.

Goldman Sachs quer aumentar diversidade étnica e de género nas cotadas do S&P 500 e do FTSE 100

A Goldman Sachs Asset Management diz que quer estar na vanguarda para impulsionar uma maior diversidade e inclusão nos conselhos de administração em todo o mundo.
Comentários