Trovoada provocou vários incêndios no distrito de Castelo Branco e na Serra da Estrela

Os distritos de Bragança, Guarda e Vila Real estão hoje sob aviso laranja devido à previsão de trovoada.

EPA/ANTIONIO JOSE

A trovoada provocou vários incêndios na zona da Serra da Estrela e de Castelo Branco, avançou a Proteção Civil esta terça-feira, 23 de julho.

“A chuva não teve grande impacto, que todos gostaríamos que tivesse, gostávamos que tivesse tido muito impacto”, começou por explicar o comandante Luís Belo Costa em conferência de imprensa na Sertã.

“As trovoadas tiveram impacto: geraram mais alguns incêndios no distrito de Castelo Branco. Só na zona da Serra da Estrela – Covilhã, Fundão – tivemos três incêndios, um deles ficou na resolução agora no início da manhã. As trovoadas tiveram impacto aqui nas proximidades em particular [distrito de Castelo Branco]”, revelou Luís Belo Costa.

Para o incêndio de Vila de Rei, estão neste momento destacados 1.025 operacionais, apoiados por 328 veículos e dois meios aéreos, segundo dados compilados pela Vost.pt. Este incêndio já provocou 39 feridos, um dos quais em estado grave.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu hoje um aviso laranja para  os distritos de Bragança, Guarda e Vila Real estão hoje sob aviso laranja devido à previsão de trovoada, entre as 12h00 e às 18h00 de hoje, segundo a Lusa.

Os distritos de Bragança, Viseu, Guarda, Vila Real e Castelo Branco também estão hoje sob aviso amarelo, entre as 12h00 e as 18h00, devido à previsão de aguaceiros, por vezes fortes, de granizo e acompanhados de trovoada.

Devido ao tempo quente, vários distritos estão sob aviso amarelo até às 21h00 de quarta-feira: Bragança, Évora, Guarda, Vila Real, Beja, Castelo Branco e Portalegre.

Ler mais
Recomendadas

Unidades de investigação nacionais captaram mais 34 milhões de euros de fundos comunitários

As áreas da saúde e da engenharia representam 77% dos novos projetos aprovados no programa ‘Widening’ do Horizonte 2020.

Cristiano Ronaldo e Jorge Mendes doam cinco ventiladores à Madeira

Para o Governo Regional, “a cedência destes equipamentos ao SESARAM e à Região vai aumentar a capacidade de resposta ao doente crítico no combate à pandemia”, juntando-se aos 99 ventiladores de que a região dispõe.

Governo legaliza estrangeiros em situação irregular 

O diploma “determina que a gestão dos atendimentos e agendamentos seja feita de forma a garantir inequivocamente os direitos de todos os cidadãos estrangeiros com processos pendentes no SEF, no âmbito da covid-19” e argumenta com a necessidade de dar resposta aos pedidos destes estrangeiros em Portugal em situação irregular.
Comentários