PremiumTrump confirma que não desiste da vitória

O seu advogado, Rudy Giuliani, juntamente com outros membros da equipa, protagonizaram uma conferência de imprensa que ficará na história.

Numa conferência de imprensa que muitos analistas consideraram “surreal”, a equipa da candidatura presidencial de Donald Trump fez aquilo que dela se esperava: insistiu na evidência de que a vitória do candidato presidencial democrata Joe Biden resulta de uma fraude planetária, vamos dizer assim, a que o ainda inquilino da Casa Branca continuará a opor-se como se fosse a sua última função na Terra. O grosso da conferência de imprensa foi protagonizado pelo advogado pessoal de Trump – o antigo mayor de Nova Iorque Rudy Giuliani – que elencou à exaustão todos os casos duvidosos que, na opinião do seu representado, se investigados, resultariam na reeleição de Trump.

O lado surreal do momento dava-se fora da sala: algumas redações de órgãos de comunicação social norte-americanos iam colocando no ar, em paralelo às imagens, notícias de decisões sobre os casos enunciado por Giuliani já fechadas por juízes que não aceitaram os argumentos da equipa legal do ainda presidente dos Estados Unidos.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumLuciano Huck: Mais uma estrela televisiva que não consegue resistir a cair no caldeirão da política

O popular apresentador da Globo alimenta há três anos o tabu da disponibilidade para se candidatar à presidência do Brasil, podendo enfrentar Jair Bolsonaro em 2022. Um almoço com Sérgio Moro e vários apoios nas eleições municipais em curso vieram aumentar as especulações.

PremiumCovid-19: O que esperar da vida depois das vacinas

Notícias animadoras nos ensaios clínicos das vacinas contra a Covid-19 trazem esperança de retoma económica, mas há razões para confinar o excesso de otimismo. Sendo a vacinação um processo de logística complicada e no qual demorará até haver imunidade de grupo, ninguém espera que o turismo volte tão cedo aos níveis pré-Covid. Certo está que o teletrabalho vai continuar a ser mais comum do que antes, mas as opiniões dividem-se quanto à cicatrização da crise.

PremiumCarlos Almeida: “Green bonds poderão flexibilizar cálculo da dívida pública”

Portugal poderia beneficiar ao fazer uma emissão de dívida soberana sustentável, segundo Carlos Almeida, diretor de investimentos do Best.
Comentários