Tudo o que deve saber sobre os nutrientes nas plantas, tipos de adubos e adubações

Os micronutrientes, são os nutrientes absorvidos em quantidades muito inferiores e que podem causar problemas de intoxicação às plantas quando absorvidos em quantidades acima do que as plantas realmente precisam.

Garantir que a sua cultura tem as suas necessidades nutricionais garantidas deve ser uma das principais preocupações de qualquer produtor agrícola. Os adubos são por essa razão imprescindíveis e podem ajudar a suprir carências nutricionais distintas.

De facto, verifica-se que apesar de todos os nutrientes terem uma importância vital para as plantas, alguns destes são absorvidos em grandes quantidades e outros não.

Posto isto, podemos diferenciar os nutrientes em: micronutrientes e macronutrientes. Os macronutrientes ou elementos nobres são os nutrientes que são absorvidos em quantidades mais elevadas.

Pode continuar a ler o artigo de opinião de Rosa Moreira, engenheira agrónoma, promotora do site “A Cientista Agrícola” aqui.

Recomendadas

Feira do Fumeiro de Montalegre. Ministra da Agricultura pede: não desistam do setor primário

Maria do Céu Albuquerque disse estar “encantada com tudo o que aqui me foi apresentado. É a valorização da agricultura, dos produtos endógenos e do trabalho de toda uma comunidade de uma dinamização do interior do País. Levamos algum trabalho de casa com projectos que nos foram apresentados e que vão muito ao encontro do que nós queremos desenvolver em todo o País no domínio da agricultura”.

Viana do Castelo mostra em Paris projecto de preservação dos garranos nas serras de Arga e Santa Luzia

Recorde-se que o projecto “Percursos do Homem e do Garrano”, financiado pelo Norte 2020 – Património Natural, foi desenvolvido pelo Município de Viana do Castelo ao longo dos últimos anos através da implementação de diversas acções e iniciativas.

Armadores internacionais e portugueses juntos por um cluster marítimo mais forte

A EISAP – European International Shipowners Association of Portugal foi fundada em 2016, representando mais de 80% dos armadores que possuem navios que ostentam a bandeira portuguesa.
Comentários