Turbina eólica offshore dá prémio REN a aluno do Técnico

Gabriel da Silva Garanito Maciel, aluno do Instituto Superior Técnico, da Universidade Técnica de Lisboa, foi o vencedor da edição 2018 do Prémio REN com a tese “Desenvolvimento e Projeto Mecânico de uma Fundação para uma Turbina Eólica Offshore”.

O Prémio REN voltou a distinguir as três teses de mestrado mais inovadoras na área da Energia. Gabriel da Silva Garanito Maciel, aluno do Instituto Superior Técnico sagrou-se vencedor com a tese “Desenvolvimento e Projeto Mecânico de uma Fundação para uma Turbina Eólica Offshore”.

O segundo lugar da edição 2018 foi atribuído a Pedro Sarmento de Beires, da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, pelo seu trabalho académico sobre o tema “O papel das centrais hídricas reversíveis face ao aumento dos volumes de integração de produção de origem renovável em sistemas elétricos isolados”.

O terceiro lugar foi para Fábio José Correia de Brito, da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, pela tese “Simulação de Estratégias de Operação Agregada de Sistemas de Armazenamento Distribuídos em Parques Eólicos e Centrais Fotovoltaicas”.

O júri atribuiu ainda duas menções honrosas a João Espírito Santo da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e a João Anjo do Instituto Superior Técnico.

Criado em 1995, o Prémio REN destina-se a premiar as melhores teses de mestrado no âmbito da energia, realizadas por alunos das áreas de Engenharia, Economia, Matemática, Física, Química, Sistemas de Informação e Computação.

Em comunicado, a REN diz que ao longo das suas 24 edições, os trabalhos premiados no âmbito do Prémio REN têm vindo a acompanhar as transformações e desenvolvimentos que têm moldado o setor da energia, a antecipar desafios, identificar questões e a propor soluções inovadoras.

Ler mais
Recomendadas

Onde vai estar o emprego em 2019

As oportunidades estendem-se a todo o país com as áreas de Lisboa e Porto em destaque. TI darão cartas, mas Turismo, Hotelaria, Restauração, Retalho e Engenharias também estarão particularmente dinâmicas.

PremiumPropinas garantem 10 milhões de euros por ano ao Técnico

A maior escola de engenharia do país tem um orçamento de cerca de 100 milhões, dos quais metade são financiamento próprio. As propinas valem 10%.

Projeto com potencial para revolucionar medicina dá prémio a investigadora do Técnico

Marija Vranic recebe esta quarta-feira à tarde o Prémio Científico IBM, numa cerimónia em que pontificam o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, e o ministro da Ciência, Manuel Heitor.
Comentários