Turismo da Madeira regista quebra de 75% em março

Em março foram contabilizadas 82,1 mil dormidas.

O turismo da Madeira terá registado uma quebra de 75% nas dormidas, em março, quando comparado com o mesmo período do ano anterior, indicam os dados da Direção Regional de Estatística (DREM).

Em março existiram 82,1 mil dormidas e 19,7 mil hóspedes, o que representa quebras de 75,1% e 70,7%.

Os dados da DREM referem que as dormidas de residentes em Portugal quebraram 9,1%, para as 33,1 mil, o que representa 40,3% do total.

As dormidas de não residentes terão caído 83,3%, para as 49,1 mil.

Na região o mercado britânico terá tido uma descida de 93,1%, o da Alemanha terá quebrado 86,8%, e França terá descido 72,3%.

Já os hóspedes entrados com residência no País terão diminuído 7,7%, para 11,5 mil, e os hóspedes não residentes terão sofrido uma descida de 82,4%, para 7,1 mil.

Os dados da DREM indicam que em março 59,9% dos estabelecimentos de alojamento turístico terão estado encerrados ou não registaram movimento de hóspedes.

Ler mais
Recomendadas

Saiba como funcionam os contadores inteligentes de eletricidade

Certamente já ouviu falar nos contadores inteligentes de eletricidade e nas suas funcionalidades. Mas de que se trata Basicamente são aparelhos que fazem medições digitais relacionados com redes inteligentes e que procedem ao envio automático das leituras.

Balança comercial atinge superavit de 12,7 milhões de euros na Madeira

No primeiro trimestre as exportações atingiram os 48,5 milhões de euros e as importações os 35,8 milhões de euros.

Madeira bate novo máximo com 12.888 vacinas administradas contra a covid-19

Já foram administradas 104.185 vacinas contra o coronavírus na Madeira. 76.501 eram referentes à primeira dose (30,1% da população), e 27.684 correspondiam à segunda dose (10,9% da população).
Comentários