Turismo mundial cresce acima dos 3%. Tendência vai manter-se este ano

A Organização Mundial do Turismo estima que o turismo no mundo tenha crescido entre 3% e 4% até no ano que agora terminou.

David W Cerny/Reuters

A previsão da Organização Mundial do Turismo (OMT) é de que 2019 encerre com um crescimento entre 3% e 4%. Os números para o conjunto do ano estão em linha com os registados no primeiro semestre do ano.

Entre janeiro e junho de 2019, o turismo mundial registou um crescimento de 4% em relação ao mesmo período do ano passado. Em todo o mundo, o aumento traduziu-se em 671 milhões de chegadas, aproximadamente 30 milhões mais do que no mesmo período do que em 2018.

A tendência mundial para o próximo ano é de crescimento ainda que a um ritmo mais moderado, estima a organização. São vários os contributos para esse crescimento, que virá das “economias mais robustas”, de um aumento das  ligações aéreas e da sua acessibilidade, de uma maior conetividade entre destinos e de condições mais favoráveis nos vistos, no investimento, na oferta de serviços e, sobretudo, da confiança no turismo global.

Em 2018, lembra a organização, Portugal recebeu um total de 22,8 milhões de turistas internacionais, número que nos coloca no 17.º principal país em termos de turistas no ranking da OMT, registando o quinto maior crescimento, acima de destinos como México, Itália ou Espanha.

Em 2018, estima-se que o turismo de compras dos turistas residentes em países fora da União Europeia tenha movimentado em Portugal entre 400 e 500 milhões de euros. De acordo com dados da consultora Global Blue, em termos globais, os turistas angolanos ocupam o primeiro lugar, com 33% das compras realizadas em Portugal, mas em termos individuais, os turistas chineses são os que mais compram.

O turismo é um motor do desenvolvimento socioeconómico, desempenha um papel relevante na criação de empresas e de emprego e impulsiona o desenvolvimento de infraestruturas e serviços públicos. Ao longo das últimas décadas, o setor protagonizou um grande crescimento.

A OMT estima que globalmente existam cerca de 250 cadeias de hotéis no mundo e que as maiores empresas detenham portefólios de 6.000 hotéis cada e empreguem mais de 150 mil trabalhadores em cerca de 100 países.

Ler mais

Recomendadas

Aeroporto de Beja “tem de ser aproveitado e valorizado”, garante ministra

Ana Abrunhosa falou ainda à “Antena 1” e “Negócios nos descontos nas ex-SCUT do interior do país, descartando avançar com uma data para avançarem, depois de ter dito no parlamento que medida entraria em vigor no terceiro trimestre. “Está a ser finalizada e oportunamente será comunicada”, diz.

Itália revê em alta projeções macroeconómicas e antecipa queda de 9% do PIB em 2020

O mesmo acontece em relação ao aumento da dívida pública para números entre os 158 e 159% do Produto Interno Bruto, depois de ter sido antecipado um cenário de 155,7% no início do segundo trimestre deste ano, por parte do governo transalpino.

Indústrias conserveiras ibéricas unem esforços para defender setor a nível europeu

A ANICP e a Anfaco-CEcopesca defendem que os acordos de comércio livre bilateriais da Europa com países terceiros, devem ter em consideração, não apenas a especificidade da indústria e a sua importância para as comunidades locais, como a concorrência desleal feita alguns destes países.
Comentários