Um cartão de débito tem cinco grandes funções. Sabe quais são?

O cartão de débito é o chamado “cartão multibanco” que costuma usar no seu dia-a-dia e que serve para movimentar a conta à ordem que tem no banco, mas será que conhece mesmo todas as funcionalidades deste tipo de produto? Fique a par de todas as vantagens que ter um cartão de débito lhe pode trazer.

Um cartão de débito é um meio de pagamento, usualmente emitido por instituições financeiras devidamente autorizadas, que o disponibilizam ao cliente através de um contrato e que pode integrar uma ou mais das seguintes marcas: MB, Visa Electron e Maestro.

Por norma, este tipo de produto é emitido com um determinado prazo de validade que vem indicado no cartão, não sendo inferior a um ano, e o titular pode utilizá-lo durante todo o período indicado, inclusivamente até ao último dia do fim da validade.

No entanto, existem custos associados à emissão e utilização de um cartão de débito que devem constar do preçário da instituição bancária que emite o cartão.

O cartão de débito tem uma conta de pagamento associada que é, por norma, uma conta à ordem e permite fazer inúmeras operações que podem facilitar a sua gestão financeira no dia-a-dia.

Quando utiliza o seu cartão para fazer levantamentos ou pagamentos, à conta associada é debitado o valor correspondente à transação que efetuou, ou seja, esse montante é subtraído imediatamente ao seu saldo.

 

Quais as suas funções?

#1 – Levantamentos de numerário

Com um cartão de débito pode fazer levantamentos de numerário em Portugal, independentemente da rede a que a caixa automática (ATM) pertença, sem lhe serem cobradas comissões por levantamento.

Para levantar dinheiro deve dirigir-se a um Multibanco, em que pode escolher montantes pré-definidos, entre os 10 e os 400 euros ou definir outra quantia à sua escolha. Não é permitido levantar mais do que 400 euros por dia, sendo que o montante máximo por levantamento é de 200 euros, ou seja, se quiser levantar 400 euros terá de efetuar dois levantamentos de 200 euros.

 

#2 – Pagamentos de bens e serviços

Uma das operações mais comuns com cartão de débito é o pagamento de bens e serviços através de Terminais de Pagamentos Automático (TPA), que proporcionam que o faça com segurança e comodidade.

Certamente que, se tem este produto, utiliza-o com regularidade para pagar as compras no supermercado ou a conta do jantar no restaurante. Pode ainda fazer o pagamento de serviços, tais como gás, eletricidade, água e até a mensalidade do seu pacote de telecomunicações através de uma caixa Multibanco.

 

#3 – Consultas de conta

Com um cartão de débito pode efetuar inúmeras consultas relativas à conta à ordem que lhe está associada. Pode fazê-lo numa caixa Multibanco ou através do serviço de homebanking.

Consulta de saldos: Pode consultar o saldo da conta associada ao cartão de débito que está a utilizar diretamente no ecrã da caixa Multibanco ou, se preferir, através da impressão do talão.

Consulta de movimentos de conta: É também possível consultar os últimos 10 movimentos da sua conta associada ao cartão de débito através de uma operação em ATM ou consultar o seu extrato bancário na Internet utilizando o homebanking.

Consulta de NIB e IBAN: Pode também consultar o NIB (Número de Identificação Bancária) e o IBAN (International Bank Account Number) da conta bancária associada ao cartão de débito que está a utilizar. Tanto pode fazê-lo numa caixa Multibanco ou em casa a partir da Internet.

 

#4 – Transferências bancárias

O cartão de débito também permite que faça transferências bancárias da sua conta associada a esse cartão para outra conta pertencente a uma Instituição Financeira do Sistema Bancário Português. Pode fazer uma transferência utilizando o seu cartão num Multibanco ou através da Internet via homebanking.

 

#5 – Débitos diretos

Ao ter um cartão de débito pode ainda usufruir do débito direto. Esta modalidade de pagamento consiste em debitar diretamente um determinado montante da sua conta à ordem, nomeadamente referente a serviços (mensalidade do ginásio, seguros, serviços de telecomunicações) ou prestações de empréstimos, não sendo necessária qualquer ação da sua parte.

Pode ativar esta funcionalidade através de uma caixa Multibanco ou no homebanking.

 

Cartões dual: débito e crédito num só

Os cartões dual ou mistos agregam as funções de débito e de crédito num só produto. Por norma, estes combinam uma rede de pagamento a débito (por exemplo: Multibanco, Visa Electron ou Maestro) e uma rede de pagamento a crédito (Visa ou Mastercard).

Desta forma, um cartão dual permite realizar operações a débito na conta de pagamento associada, tais como as descritas ao longo deste artigo, e ainda possibilita fazer movimentos a crédito de forma semelhante à dos cartões de crédito simples.

 

Aspetos a ter em atenção quando usa um cartão de débito

Apesar de ser um método de pagamento seguro, podem existir algumas limitações na utilização de um cartão de débito, tais como:

  • Alguns países não aceitam cartões de débito de outros Estados;
  • Não tem uma linha de crédito associada, a não ser que se trate de um cartão dual;
  • Se não tiver saldo na conta, a sua utilização não é permitida;
  • Pode não ser aceite em todas as compras online.

Como tal, pode ser benéfico, em alguns casos, ter um cartão de crédito ou um cartão dual para o caso de precisar de usufruir de alguma funcionalidade que o cartão de débito não disponibilize.

Existem ainda os chamados cartões pré-pagos que, normalmente, são utilizados para efetuar compras online. Este tipo de cartões funciona mediante um carregamento prévio cujo montante fica disponível para ser gasto em pagamentos ou levantamentos, tal como acontece com o cartão de débito. Uma vez esgotado o saldo, terá de carregar novamente para poder utilizá-lo.

Ler mais
Relacionadas

Cancelar o cartão multibanco: quando e como se deve fazer?

Precisa de cancelar um cartão multibanco devido a perda, roubo ou extravio? Encontrou um produto mais vantajoso ou então não faz uso do cartão e, por isso, quer proceder ao cancelamento do mesmo? Saiba como e em que situações deve fazê-lo neste artigo.

N26 VS Revolut: quais as diferenças nestes cartões pré-pagos?

A banca está a ser revolucionada pelo digital e cada vez mais existem cartões pré-pagos que oferecem inúmeros benefícios aos consumidores, nomeadamente a facilidade nos pagamentos, comissões reduzidas e taxas atrativas.

Cartão de crédito virtual: para que serve e como criar?

Sabia que criar um cartão de crédito virtual é uma funcionalidade acessível a qualquer utilizador de Internet? Mesmo que já possua um cartão de crédito físico que costuma usar para as suas compras, pode sempre aceder a este tipo de cartões em caso de emergência e fazer pagamentos online a partir do seu computador, smartphone ou tablet.

Descoberto bancário versus cartão de crédito: qual compensa mais?

Descubra também, neste artigo, qual a diferença entre facilidade de descoberto e ultrapassagem de crédito.

Há 5 operações possíveis com cartão de crédito que facilitam a sua vida. Saiba quais

Para além do pagamentos de bens e serviços, o cartão de crédito pode ser útil em muitas outras situações. Descubra tudo sobre o tema neste artigo.

Como funciona a tecnologia EMV que protege o seu cartão de fraudes?

A EMV é uma tecnologia pensada para dificultar atividades ilícitas com o cartão de débito ou de crédito. Descubra como funciona e que outras formas há de prevenir e assegurar que não é prejudicado financeiramente por fraudes com o seu cartão.
Recomendadas

Penhora do reembolso do IRS: em que situações pode ocorrer?

Sabia que pode ser alvo de uma penhora do reembolso do IRS? Esta pode ocorrer não só por ter dívidas às Finanças, como também em situações de incumprimento a qualquer credor público ou privado. Descubra em que ocasiões pode acontecer este tipo de penhora e o que fazer nestas circunstâncias.

Segurança Social com formulário para empresas que queiram desistir do ‘lay-off’

A desistência pode abranger a totalidade do pedido, ou seja, desde o início, ou aplicar-se apenas a partir de data indicada pela entidade empregadora.

Crédito pessoal com problemas bancários. É possível?

O pedido de um crédito pessoal com problemas bancários pode não ser facilitado pelas instituições financeiras, mas nem sempre é negado aos consumidores. Fique a conhecer como é possível pedir um empréstimo nestas condições e como evitar situações de incumprimento.
Comentários