Universidade do Porto abre candidaturas para Escola de Startups

Os empreendedores graduados que tenham ideias de negócios ligadas às artes, ciências ou tecnologias e que queiram criar um negócio podem inscrever-se até 23 de setembro.

As candidaturas para a 10.ª edição da Escola de Startups do UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto já estão abertas. O programa de aceleração de ideias de negócio tem a duração de três meses e aborda temas como o modelo de negócio, mercado e estratégia, propriedade intelectual, finanças, financiamento e apresentação do pitch.

As equipas que frequentarem a escola têm a oportunidade de assistir a workshops fundamentais para a criação de um negócio, agendar reuniões com parceiros estratégicos e empreendedores seniores, receber acompanhamento individual dos mentores do UPTEC e ainda de apresentar o projeto num evento público.

Os projetos selecionados que estejam a desenvolver tecnologias na área das telecomunicações vão ter o apoio do Vodafone Power Lab, através da entrada gratuita na Escola de Startups (isenção do pagamento da inscrição) e acesso ao espaço de incubação da Operadora no UPTEC. Este programa de incentivo à inovação e empreendedorismo da Vodafone Portugal apoia a incubação, oferece mentoring e formação, entre outras condições que contribuem para o desenvolvimento de novas empresas.

Em comunicado, a UPTEC refere que nas primeiras nove edições da iniciativa, a Escola de Startups recebeu para cima de 400 participantes, acelerou quase 200 projetos empresariais e deu origem à criação de cerca de 60 startups.

A Escola de Startups do UPTEC tem um custo por projeto de 250 euros, acrescido de IVA.

Recomendadas

Prémios EEPA: Estes são os projetos que vão representar Portugal na final europeia

“Portugal Bike Value” e “HOSPES by AHP” foram os dois vencedores nacionais dos European Enterprise Promotion Awards 2020, uma iniciativa da Comissão Europeia que é coordenada pelo IAPMEI.

Premium‘Business angels’ alertam que OE não promove investimento

Entidades que representam estes investidores em Portugal apresentaram ao Governo várias propostas para estimular investimento em startups e PME.

Startup francesa quer construir a maior fazenda de insetos do mundo

A Ynsect cria refeições de minhocas que produzem proteína para gado, comida de animais de estimação e fertilizantes, e vão usar os fundos para construir o que dizem vir a ser a maior ‘quinta de insetos’ do mundo.
Comentários