Ursula von der Leyen chega esta segunda-feira a Lisboa para primeira visita oficial

Amanhã, dia 29 de setembro, a presidente Ursula von der Leyen participa na apresentação dos Planos de Recuperação e de Resiliência europeu e português, juntamente António Costa.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, inicia hoje, dia 28 de setembro, uma visita oficial de dois a Lisboa.

“A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, visita Lisboa nos dias 28 e 29 de setembro. Esta constitui a primeira visita oficial a Portugal desde que tomou posse como presidente da Comissão Europeia em dezembro de 2019”, assinala um comunicado do RAPID, boletim informativo da Representação da Comissão Europeia em Portugal.

Hoje, Ursula von der Leyen vai reunir com o primeiro‑ministro, António Costa, no Palácio de São Bento.

Amanhã, dia 29 de setembro, a presidente Ursula von der Leyen participa na apresentação dos Planos de Recuperação e de Resiliência europeu e português, juntamente António Costa.

Também amanhã, a presidente da Comissão Europeia participa na reunião do Conselho de Estado, a convite do presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Recomendadas

Governo da Madeira adjudicou empréstimo de 458 milhões de euros sem aval do Estado

A Região Autónoma da Madeira foi autorizada em sede de Orçamento Suplementar do Estado a contrair um empréstimo até 10% do PIB regional de 2018 – 495 milhões de euros – para fazer face à crise provocada pela pandemia.

Vindimas 2020: No Dão, menos rendimento, mas vinhos “fantásticos”

No Dão, a realidade foi semelhante, como região de clima moderado a frio a antecipação foi ainda superior, sendo de cerca 3 semanas.

Portugueses mais preocupados com poupança e com “desconforto” para contrair empréstimos

O inquérito “Observatório Tendências 2020”, realizado pelo Grupo Ageas Portugal e e a Eurogoup Consulting Portugal, concluiu que 39% dos inquiridos sentiram um aumento das necessidades de poupança por causa da pandemia e que preferem não contrair um empréstimos nos próximos meses.
Comentários