Ursula von der Leyen: “Não deveria importar ser-se homem ou mulher. Salário igual para trabalho igual” (com áudio)

A presidente da Comissão Europeia afirmou esta sexta-feira, na sessão de abertura da Cimeira Social, no Porto, que a UE tem uma “economia humana”, mas realçou que a pandemia veio mostrar a necessidade de dar respostas sociais.

Olivier Hoslet / EPA

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, defendeu esta sexta-feira a igualdade de oportunidades entre homens e mulheres no mercado de trabalho, no seu discurso da sessão de abertura da Cimeira Social, que decorre no Porto.

“Não deveria importar ser-se um homem ou uma mulher. Salário igual para trabalho igual”, sublinhou a política alemã em frente a 24 dos 27 chefes de Estado e de Governo da União Europeia (UE). A Cimeira Social do Porto foi organizada pela Presidência Portuguesa da União Europeia, com o objetivo de debater e relançar o compromisso dos 27 Estados-membros da UE com uma agenda social europeia para os próximos dez anos.

Ursula von der Leyen afirmou que a UE tem uma “economia humana”, mas realçou que a pandemia veio mostrar a necessidade de dar respostas sociais. Nesse sentido, pediu ação aos Estados-membros relembrando os três objetivos delineados na sua proposta de plano de ação social – pelo menos 78% da população empregada, 60% dos trabalhadores a receberem formação anualmente e menos 15 milhões de pessoas, cinco milhões das quais crianças, em risco de pobreza e exclusão social na União Europeia.

“Se Gotemburgo foi marcado por princípios, Porto é ação”, disse a presidente da Comissão Europeia.

A última Cimeira Social da UE data de 2017, em Gotemburgo, Suécia, onde os responsáveis europeus delinearam metas sociais. Mas quatro anos volvidos, e em plena resposta a uma crise pandémica, os Estados-membros voltam a reunir para revitalizar o compromisso europeu com uma agenda social.

A Cimeira Social do Porto conta com a presença de 24 dos 27 chefes de Estado e de Governo da UE para discutir as áreas do Emprego, da Igualdade de Oportunidades, da Inclusão, da Proteção Social e da Saúde.  A cimeira decorre entre esta sexta-feira e sábado (7 e 8 de maio).

Recomendadas

Euro2020: Hungria quer surpreender no “grupo da morte”. Conheça os 10 mais valiosos

Com uma convocatória avaliada em 74,5 milhões de euros pelo Transfermarkt, a seleção da Húngria quer desafiar as probabilidades e chegar o mais longe possível no Euro 2020. Saiba quem são os 10 jogadores mais valiosos deste adversário de Portugal.

Euro2020: Rússia quer chegar mais longe. Conheça os 10 jogadores mais valiosos

Com uma convocatória avaliada em 191,8 milhões de euros, a seleção russa espera chegar o mais longe possível na presente edição do campeonato europeu. Para tal, terão de ultrapassar na fase de grupos a Bélgica, Dinamarca e Finlândia, tarefa que não se avizinha fácil.

Covid-19: Portugal com mais 519 casos confirmados e uma morte (com áudio)

A DGS revela que se totalizam 342.069 casos registados no Norte (mais 148), 120.369 no Centro (mais 21), 325.081 em Lisboa e Vale do Tejo (mais 274), 22.558 no Algarve (mais 22), 30.398 casos no Alentejo (mais 20), 5.703 casos na Região Autónoma dos Açores (mais 37). A Região Autónoma da Madeira não apresenta novos casos de infeção, mantendo-se o total nos 9.773.
Comentários