Vacinação. Auto agendamento a partir dos 20 anos adiado para a próxima semana (com áudio)

Inicialmente o calendário previa que os jovens pudessem agendar toma da vacina a partir de dia 14, mas a data foi adiada, segundo o “Público”.

O auto agendamento dos jovens com mais de 20 anos foi adiado para a próxima semana, quando o calendário previa que os jovens pudessem agendar toma da vacina a partir de dia 14, segundo o “Público“.

“Não quero dar falsas esperanças aos jovens. Há concelhos que já estão a agendar localmente pessoas a partir dos 18 anos. Mas no auto-agendamento quero evitar uma corrida que leve a que se criem filas de espera. Por isso pensamos abrir [este processo] só para a semana e incluindo não só os 20 anos, mas também os 18 anos”, disse o coordenador da task force, Henrique de Gouveia e Melo.

Esta foi a primeira vez que o calendário sofreu alterações significativas, sendo que nos restantes casos as metas definidas têm sido cumpridas.

De recordar que na terça-feira, 20 de julho, a “Lusa” avançou que o coordenador do plano de vacinação contra a covid-19 tinha assumido hoje que as vagas para o Auto agendamento estão esgotadas em alguns concelhos, devido à elevada procura face ao número de vacinas disponíveis.

 

Relacionadas

Covid-19: Vagas para autoagendamento esgotadas em alguns concelhos, diz task force

O coordenador do plano de vacinação contra a covid-19 admitiu hoje que as vagas para o autoagendamento estão esgotadas em alguns concelhos, devido à elevada procura face ao número de vacinas disponíveis.

Tem 23 anos ou mais? Já pode agendar a toma da vacina contra a Covid-19

Depois de ter sido anunciado que na semana passada o país administrou um milhão de vacinas contra a Covid-19, o Governo anunciou que quem tem 23 anos já pode agendar a toma da vacina.
Recomendadas

Sindicatos reúnem-se com Governo para debater insolvência da Groundforce

A reunião, por videoconferência, deverá contar com a maioria das estruturas sindicais representadas na empresa, conta com a presença do secretário de Estado Adjunto e das Comunicações, Hugo Mendes, e tem como objetivo informar os trabalhadores sobre o processo. 

Ilha de Santo Antão lidera cobertura da vacinação em Cabo Verde

O primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, e representantes de partidos políticos apelaram na segunda-feira à adesão da população à campanha de vacinação contra a covid-19, sobretudo na ilha de Santiago, onde o processo está mais atrasado.

Jovens saudáveis dos 12 aos 15 anos têm que esperar por ‘task force’ para vacinação

A DGS determina que as crianças com idades entre os 12 e os 15 anos que tenham cancro ativo, diabetes, obesidade, insuficiência renal crónica estão entre as que devem ser vacinadas prioritariamente contra a covid-19.
Comentários