Vai ser assim a reabertura da economia em Portugal

Com o fim do Estado de Emergência anunciado para esta quinta-feira, Portugal prepara-se para voltar a sair à rua, embora lentamente.

Cristina Bernardo

A economia portuguesa prepara-se para reabrir ao público depois do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa ter anunciado o fim do Estado de Emergência no país para esta quinta-feira. No entanto, este regresso será feito lentamente e de acordo com a “SIC Notícias” passará por três fases distintas.

Estas três fases de reabertura serão feitas com intervalos de quinze dias, sendo feito um balanço antes do início de cada uma delas, para determinar se é possível avançar para uma nova fase, adaptar algumas medidas ou até mesmo recuar.

A primeira fase tem início na segunda-feira, dia 4 de maio com a reabertura do pequeno comércio. Segundo a estação televisiva deverão abrir as lojas com dimensões até 200m2, abrindo também livrarias, cabeleireiros, stands de automóveis, conservatórias, campos de golfe e ténis.

Em relação aos transportes públicos aplicam-se também as regras de higienização e distanciamento social, tendo os motoristas de autocarros a sua cabine isolada. Por sua vez, os comboios da linha de Sintra serão desdobrados em serviços de autocarro para evitar a acumulação de passageiros.

A segunda fase deverá arrancar no dia 18 de maio com a reabertura dos restaurantes, lojas até 400m2 com porta para a rua e museus. Os alunos do 11º e 12º ano voltam a ter aulas presenciais e também uma primeira fase de reabertura das creches. Contudo, os pais não são obrigados a deixar os seus filhos nas creches.

A reabertura em maior escala das creches acontecerá na terceira fase programada para arrancar a 1 de junho. Reabre também o pré-escolar e as atividades de tempos livres (ATL). As grandes superfícies comerciais e lojas do cidadão voltam também a abrir, assim como os cinemas e teatros, embora com ocupação limitada. Recomeçam também as provas desportivas em recinto aberto, como os jogos de futebol, que segundo a “SIC Notícias” serão realizados sem público.

O Governo recomenda também a utilização do teletrabalho para as empresas que o possam fazer durante o mês de maio. Caso não seja possível, o regresso ao local de trabalho deverá ser feito de forma faseada e assegurando as regras de desinfeção, afastamento e proteção individual. Além disso, as máscaras serão obrigatórias nas escolas, nos transportes públicos e no atendimento ao público.

Recomendadas

Covid-19. Presidente da República alerta sobre tempo presente “perigosamente egoísta”

O Presidente da República elogiou este sábado o percurso de meio século de liberdade religiosa em Portugal, mas advertiu que se vive “um tempo perigosamente egoísta” e frisou que as preocupações sociais são inseparáveis de uma democracia justa.

Arraial da IL em Lisboa com parecer desfavorável da DGS para atividades que extravasem comício

A Iniciativa Liberal (IL) promove este sábado um “Arraial Liberal” em Santos, Lisboa, com animação e 20 barraquinhas, mas a autoridade de saúde deu parecer desfavorável a todas as atividades que extravasem o comício político, e recomendou distanciamento.

PremiumEuro2020 pode ser pontapé para relançar mercado publicitário das marcas

Cobertura mediática será maior do que em 2016, mas é pouco provável que se traduza em recordes de audiências, dizem especialistas. Ainda assim, as marcas deverão aproveitar a oportunidade.
Comentários