Vendas de Os Mosqueteiros sobem 10% em 2018 para 2,2 mil milhões de euros

As vendas de Os Mosqueteiros subiram 10% no ano passado, face a 2017, para 2,2 mil milhões de euros, anunciou esta segunda-feira o grupo, que prevê a abertura de “uma centena de novos pontos de venda” no mercado português.

“O grupo Os Mosqueteiros encerrou 2018 com um volume de negócios global de 2,2 mil milhões de euros, um crescimento de 10% em relação ao ano anterior”, refere a empresa em comunicado, adiantando que em Portugal conta com “320 pontos de venda que representam três insígnias: Intermarché, Bricomarché e centros auto Roady”.

Para este ano, em que comemora o 28.º aniversário em Portugal, o grupo “traçou como meta o aumento contínuo do parque de lojas, uma estratégia transversal às três insígnias presentes no país”, acrescenta.

“A estratégia, integrada num plano de expansão até 2023, prevê a abertura de cerca de uma centena de novos pontos de venda, o que constitui uma oportunidade para os empreendedores e investidores portugueses que pretendem criar o seu próprio negócio”, salienta.

Recomendadas

PremiumFornecedores ganham margem negocial sobre grandes superfícies

Diploma impede distribuição de tirar de forma unilateral dinheiro de contas-correntes com fornecedores. “Era uma prática aberrante”, diz a Centromarca.

Jerónimo Martins apresenta queixa em Bruxelas por causa de taxa de segurança alimentar

A Direção-Geral da Alimentação e Veterinária reclama cerca de 20 milhões de euros ao grupo proprietário da cadeia de supermercados Pingo Doce

Fim da marca Jumbo. Grupo Auchan vai ter marca única de distribuição em Portugal

Pedro Cid, CEO da empresa retalhista francesa, assegura que esta mudança estratégica não se relaciona com a entrada da Mercadona em Portugal.
Comentários