‘Venture capital’ de saúde lança novo fundo com Instituição Financeira de Desenvolvimento

Primeira parceria do fundo de capital gerido pela IFD com um fundo de venture capital internacional é parte da linha de financiamento a fundos de capital de risco para apoiar PME inovadoras.

A Vesalius Biocapital, um fundo de venture capital especializado nas áreas da saúde e ciências da vida, anunciou o lançamento de um novo veículo de investimento para Portugal para investir em empresas portuguesas, em colaboração com a Instituição Financeira de Desenvolvimento.

A primeira parceria do fundo de capital gerido pela IFD com um fundo de venture capital internacional, e que é parte da linha de financiamento a fundos de capital de risco para apoiar PME inovadoras, prevê que a Vesalius aloque 50% do capital investido nas empresas e a IFD os 50% remanescentes, divulga o venture investidor, em comunicado.

O Vesalius Biocapital III Portugal será financiado por recursos privados e fundos europeus estruturais e de investimento. Insere-se no Programa Startup Portugal e focar-se-à em empresas da área das ciências da vida e late stage. As previsões são de três a cinco investimentos nos próximos anos.

“Portugal tem uma base científica única na área das ciências da vida e um enorme potencial de inovação com novas empresas. Ao mesmo tempo o país teve uma evolução muito positiva, traduzido nos resultados económicos que nos trás garantias de segurança aos investimentos em Portugal”, diz Stéphane Verdood, managing partner da Vesalius Biocapital III, acrescentando que “estamos convencidos que o reconhecimento internacional da base científica em Portugal, bem como um ecossistema que promove a inovação cria oportunidades únicas para investidores e empreendedores”.

O venture investor salienta a identificação com a IFD, com o objetivo de “ajudar empresas portuguesas a chegar ao mercado global.”

Já Alberto Castro, chairman da Instituição Financeira De Desenvolvimento (IFD), diz que a parceria “confirma a capacidade de Portugal em desenvolver novos investimentos em I&D na setor da saúde. Estamos certos que os resultados estarão ao nível das expetativas, fomentando uma maior cooperação com a Vesalius Biocapital, afirmando a sua reputação, e destacando Portugal como um país para investir em ciências da vida”.

 

Ler mais

Recomendadas

Douro inicia vindimas e estima quebra de produção de 20%

A empresa Gran Cruz foi uma das primeiras a arrancar com o corte das uvas no Douro, cerca de uma semana mais cedo do que no ano passado por causa das condições climatéricas, como o calor intenso que poderá tornar este verão num dos mais quentes de que há registo.

Crewlink e Ryanair não estão a declarar tudo à Segurança Social, acusa sindicato

O dirigente do SNPVAC afirma que “os tripulantes, quando consultam a sua carreira contributiva, veem que há meses que simplesmente não estão declarados”, algo que, segundo o sindicalista, a Segurança Social “também não sabe explicar”.

Banco do Brasil inicia processo para eleger André Brandão para presidente

André Brandão vai substituir Rubem Novaes, que pediu demissão no final de julho por considerar que o banco estatal precisava de “uma reforma” para enfrentar “os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário”.
Comentários