PremiumVindimas no Douro vão ter aumento de 30% na produção

O IVV prevê uma boa vindima de norte a sul do país, incluindo a Madeira e os Açores. Para as regiões do Dão e da Beira esperam-se ‘disparos’ de produção de 35%. Tejo e Lisboa são as únicas a cair.

Se as condições climatéricas se mantiverem dentro dos padrões normais para esta época – o que já não é esperar pouco nos tempos de alterações climáticas que vão dominando -, a colheita da próxima vindima em Portugal será muito produtiva, cerca de 10% acima da do ano passado.

Confirmando-se as perspetivas de produção do setor avançadas pelo IVV – Instituto da Vinha e do Vinho, com um aumento de produção de 10% face ao período homólogo, para a fasquia dos 6.623 milhares de hectolitros, tudo aponta para que esta próxima safra seja superior, em quantidade, às dos últimos dois anos.

Também em termos de valorização, ou seja, no preço, as estimativas da produção nacional de vinhos portugueses, em particular na vertente de exportação, são de crescimento, (ver texto ao lado, com declarações do presidente do IVV, Bernardo Gouvêa).

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

Santini lança gelados com sabor a vinhos portugueses

Foi feita uma edição limitada de dois sabores feitos com uvas de castas portuguesas, uma casta branca, a Arinto, e uma casta tinta, a Trincadeira.

Fim da marca Jumbo. Grupo Auchan vai ter marca única de distribuição em Portugal

Pedro Cid, CEO da empresa retalhista francesa, assegura que esta mudança estratégica não se relaciona com a entrada da Mercadona em Portugal.

Exportações agroalimentares nacionais superaram 900 milhões de euros até julho

Exportações do setor nos primeiros sete meses deste ano foram superiores às importações.
Comentários