Vinhos do Alentejo apresenta programa de produção sustentável ao mercado americano

Esta é uma uma iniciativa inédita no setor vitivinícola português que, no início do mês de agosto, iniciou a certificação de produção sustentável.

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) apresentou, esta quarta-feira, o programa de produção sustentável ao mercado americano que é responsável pela compra de mais de 1,2 milhões de litros de vinho alentejano, entre 1991 e 2019, que se materializou numa receita superior a 4,7 milhões de euros.

De acordo com a nota, a ação teve como objetivo a valorização e o aumento da notoriedade do Alentejo naquele que é um dos principais países importadores dos vinhos da região e já resultou em mais de 2,6 milhões de impressões, nas diferentes notícias geradas sobre o tema, tanto online, como em versão impressa. A CVRA espera que a iniciativa se traduza num aumento das vendas para o mercado americano, que é já o quarto maior importador de vinho da região.

“Contamos que o mercado norte-americano, que vem a conhecer cada vez melhor os Vinhos do Alentejo, reaja bem ao perceber que a nossa região pretende ser totalmente eco-friendly no que diz respeito à produção. Acreditamos que este novo selo que lançámos se transforme num impulsionador das vendas para este mercado”, afirma Francisco Mateus, presidente da direção da CVRA.

Recomendadas

McDonald’s apoia colaboradores através da oferta de bolsas de estudo

“Apesar do ano atípico que se está a viver, não podíamos deixar de continuar a apoiar e cuidar dos nossos colaboradores, bem como reconhecer o seu mérito”, explica a diretora de Recursos Humanos da McDonald’s Portugal

Mais cheetos, doritos e sumos na quarentena. PepsiCo aumenta receitas para 15 mil milhões de euros

Apesar da reabertura da economia e do regresso à escola, os consumidores mantêm-se mais resguardados e as crianças e jovens com aulas online, o que motivou o crescimento das vendas. As ações do grupo norte-americano estão a subir na bolsa de Nova Iorque.

Produtores de vinhos do Douro vão receber mais de quatro milhões de apoios

Segundo uma informação oficial do Ministério da Agricultura, “os produtores do Douro vão receber mais de 854 mil euros para armazenamento e 3,222 milhões de euros para destilação de vinhos”.
Comentários