Vistos gold: 200 empregos criados por via de requisito de pelo menos 10 postos de trabalho

A criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho é um dos critérios para a atribuição de Autorizações de Residência para Atividade de Investimento, que arrancou em outubro de 2012.

Pelo menos 200 empregos foram criados através de vistos ‘gold’ concedidos para criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho, desde que este programa entrou em vigor, segundo dados pedidos pela Lusa ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

A criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho é um dos critérios para a atribuição de Autorizações de Residência para Atividade de Investimento (ARI), que arrancou em outubro de 2012.

Questionada pela Lusa sobre a criação de empregos através deste requisito, fonte oficial da SEF disse que, “até à data, desde o início programa, foram concedidos 16 títulos de residência por esta via, dando origem a pelo menos 200 postos de trabalho no total”.

Relativamente à área de investimento, “a zona com mais destaque é a da Grande Lisboa (oito ARI)”, acrescentou a mesma fonte.

Ou seja, metade dos vistos ‘gold’ atribuídos segundo este requisito foram na área da Grande Lisboa e os outros oito “distribuem-se equitativamente pela zona Norte, Centro e Sul”.

Sobre as áreas de atividade das empresas, o SEF adianta que “são diversas”, desde a indústria metalomecânica, passando pela têxtil, informática, agrícola e construção civil, entre outras.

Brasil e Argélia são as nacionalidades em destaque na atribuição de vistos ‘gold’ mediante este critério.

O investimento captado através dos vistos ‘gold’ caiu 23% no semestre, em termos homólogos, para 372 milhões de euros.

Em mais de seis anos e meio – o programa ARI foi lançado em outubro de 2012 –, o investimento acumulado até junho totalizou 4.622.042.687,16 euros, com a aquisição de imóveis a somar 4.179.555.493,41 euros.

Os vistos “dourados” atribuídos por via da transferência de capital ascendem a 442.487.193,8 euros.

Desde a criação deste instrumento, que visa a captação de investimento, foram atribuídos 7.583 ARI: dois em 2012, 494 em 2013, 1.526 em 2014, 766 em 2015, 1.414 em 2016, 1.351 em 2017, 1.409 em 2018 e 621 em 2019.

Até junho passado, em termos acumulados, foram atribuídos 7.150 vistos ‘gold’ por via da compra de imóveis, dos quais 334 tendo em vista a reabilitação urbana.

Por requisito da transferência de capital, os vistos concedidos totalizam 417 e foram atribuídos 16 por via da criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho.

Por nacionalidades, a China lidera a atribuição de vistos (4.291), seguida do Brasil (764), Turquia (347), África do Sul (299) e Rússia (263).

Desde o início do programa foram atribuídas 12.874 autorizações de residência a familiares reagrupados, das quais 1.059 este ano.

Ler mais

Recomendadas

Direito de Resposta: “Inspetor Geral de Finanças não é arguido, mas antes promotor e principal interessado em investigação em curso”

IGF garante que foram o Conselho de Inspeção e o Inspetor-Geral da IGF que participaram os indícios de crimes praticados por trabalhadores e em relação aos quais esses trabalhadores foram constituídos arguidos. “Em retaliação, um desses trabalhadores apresentou queixa contra a sua superior hierárquica e contra o Inspetor-Geral no âmbito da auditoria à Cruz Vermelha Portuguesa, os quais imediatamente se disponibilizaram para a realização de todas as investigações judiciais necessárias à salvaguarda do seu bom nome e das instituições públicas visadas e à efetiva condenação do trabalhador, autor de atos ilícitos”, refere. “Assim, o Inspetor-Geral de Finanças não é arguido, mas antes promotor, agente ativo e principal interessado na referida investigação”, conclui.

Governo já pediu a Bruxelas que IVA da luz possa variar em função do consumo

Executivo já iniciou processo para ter autorização da Comissão Europeia para criar escalões de consumo para o IVA da eletricidade.

Maria e Francisco foram os nomes mais escolhidos para bebés em Portugal este ano

Francisco foi pela primeira vez o nome mais escolhido para rapazes, Maria mantém a primeira posição entre as raparigas.
Comentários