Wall Street abre sem rumo definido com Netflix a prejudicar Nasdaq (com áudio)

Os títulos tecnológicos vão perdendo terreno perante as perspetivas de uma recuperação pandémica, isto depois de acumularem ganhos com o contexto de Covid-19.

Wall Street arrancou a sessão de quarta-feira sem rumo definido, com o S&P 500 e o Nasdaq no vermelho, este último a ser largamente prejudicado pela fraca prestação da Netflix no primeiro trimestre do ano.

O Dow Jones vai subindo 15 pontos, ou 0,05%, até aos 33.836,63, destoando das quedas de 0,56% no Nasdaq, que bate assim nos 13.709,70 pontos, e de 0,18% no S&P 500, que desce aos 4.127,60 pontos.

O índice tecnológico Nasdaq está a ser fortemente prejudicado pela queda nos títulos da Netflix, depois dos resultados trimestrais da gigante do entretenimento terem desapontado. Os títulos da empresa vão caindo cerca de 7,50%, sendo o principal destaque de um dia negro para o sector da tecnologia, um dos principais vencedores da pandemia.

Os chamados ‘Big 5’, compostos por Apple, Amazon, Google, Facebook e Microsoft vão acumulando perdas na sessão, às quais apenas foge este último título. A Microsoft consegue escapar com 0,05% de ganhos, sendo que nas restantes cotadas o cenário é de perdas, às quais se junta a Tesla, que vai caindo 2,43%. Este resultado é particularmente relevante no caso da Apple, que apresentou esta quarta-feira uma nova linha de produtos.

Já o sector do turismo vai capitalizando no esforço de vacinação americano, que levou a Goldman Sachs a rever as suas projeções para as cotadas deste ramo. Títulos como o Norwegian Cruise Line Holdings vão subindo mais de 3% na abertura da sessão.

Já o petróleo vai caindo, com o barril de crude e o de Brent a perderem entre 1,48% e 1,28%, respetivamente. O barril de referência para o mercado europeu, o Brent, está agora a valer 65,77 dólares (54,76 euros).

Ler mais

Recomendadas

Resultados do BCP impulsionam PSI 20. Bolsa em alta em linha com Europa

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX soma 0,78%, o britânico FTSE 100 ganha 0,83%, o francês CAC 40 avança 0,60% e o espanhol IBEX 35 valoriza 0,81%.

Os preços, a Fed, os PMI e a Semapa. Hoje há “Mercados em Ação”, às 17h

Acompanhe o “Mercados em Ação” no site e nas redes sociais do Jornal Económico. E reveja-o através da plataforma multimédia JE TV.

Wall Street encerra sessão com principais índices a vermelho

Apesar dos principais índices terem encerrado todos a vermelho, o Nasdaq foi o único que registou uma melhoria face ao momento da abertura da sessão. Para a queda do Nasdaq contribuiu a desvalorização do Facebook e da Tesla.
Comentários