Wall Street arranca última sessão da semana em baixa

Mercado está a reagir mal aos resultados da IBM e ao anúncio de a Intel passar a fabricar internamente os próprios chips. Petróleo está em queda em Londres e em Nova Iorque.

Traders work on the floor of the New York Stock Exchange (NYSE) shortly after the opening bell in New York, U.S., January 5, 2017. REUTERS/Lucas Jackson

Os três principais índices da bolsa de Nova Iorque iniciaram a negociação desta sexta-feira em baixa, em linha com as praças europeias.

Logo após o início da sessão em Wall Street, o industrial Dow Jones perdia 0,11%, para 31.141,56 pontos; o S&P 500 caía 0,48%, para 3.834,50 pontos; e o tecnológico Nasdaq cedia 0,36%, para 13.481,90 pontos.

“Wall Street arranca esta sexta-feira em baixa. A reação muito negativa às fracas receitas da IBM, bem como às preocupações relacionadas com a intenção da Intel, que até mostrou contas acima do esperado, em produzir os seus próprios chips, marcam o início de sessão”, refere Ramiro Loureiro, analista de mercados do Millennium bcp.

As ações da Intel estão a desvalorizar mais de 5%, pressionadas pela reação do mercado sobre o plano de a empresa passar fabricar internamente os próprios chips, que ofuscou os resultados do último trimestre, que superaram as previsões do mercado.

Já os títulos da IBM estão a ressentir-se dos resultados do último trimestre. A tecnológica  apresentou receitas aquém das expectativas, tendo caído 6,5% em termos homólogos, para 20,4 mil milhões de euros, mas os resultados por ação superaram as previsões do mercado. Ainda assim, os títulos estão a afundar quase 10%.

Nas matérias-primas, o preço do petróleo está em queda nos dois lados do Atlântico. Em Londres, o Brent desvaloriza 1,8%, para 55,09 dólares e, em Nova Iorque, o WTI perde 2,09%, para 52,02 dólares.

Ler mais

Relacionadas

Índices de Wall Street em alta, mas nem todos

O S&P 500 e o Nasdaq fecharam com novos recordes, otimismo sobre novos estímulos para o alívio da pandemia que a administração de Joe Biden já prometeu. Já o Dow Jones resolveu destoar.

EUA: Pedidos de subsídio de desemprego baixam ligeiramente esta semana

A pandemia de Covid-19 continua a condicionar fortemente a prestação da economia norte-americana, que mantém os valores de pedidos semanais de subsídios de desemprego perto do 1 milhão, muito acima do registado antes da doença chegar ao país.

Wall Street negoceia em alta ligeira de olhos postos nos estímulos económicos

Os investidores em Wall Street estão expectantes quanto ao pacote de estímulos à economia e o plano de vacinação contra a Covid-19 prometido por Joe Biden.
Recomendadas

Lucro líquido da Berkshire Hathaway de Warren Buffett caiu 48% em 2020

“No ano passado, demonstramos o nosso entusiasmo pelos ativos da Berkshire ao recomprar o equivalente a 80.998 ações “A”, gastando 24,7 mil milhões de dólares no processo. Essa medida aumentou a vossa posição em todos os negócios da Berkshire em 5,2% sem exigir que tocassem na carteira”, escreveu o ‘oráculo de Omaha’, na carta anual enviada aos acionistas.

PremiumLagarde e Powell permitem inflação pontual

As autoridades monetárias pretendem continuar com a sua política acomodatícia apesar de “pontuais” subidas da inflação pós-pandemia.

Nasdaq foi o único a ‘verde’ no fecho da sessão em Wall Street

Amazon, Apple, Microsoft e Alphabet fecharam com ganhos. Já as ações da Beyond Meat – a marca que revolucionou a indústria ao criar alimentos vegan com sabor a carne – subiram 1,30% para 145,62 dólares, depois de ter anunciado um acordo com a McDonald’s e a Yum!Brands.
Comentários