Wall Street despede-se da semana mista

O índice Dow Jones fechou a sessão desta sexta-feira em terreno negativo enquanto o Nasdaq e o S&P 500 vão de fim de semana no ‘verde’. Segundo os analistas do Bankinter, os investidores estão de olhos postos na próxima semana devido aos dados macroeconómicos e mais resultados empresariais que se esperam e ao facto de ser a última semana antes das eleições norte-americanas.

Reuters

A bolsa de Nova Iorque foi de fim de semana sem tendência definida. Wall Street encerrou mista a sessão desta sexta-feira, 23 de outubro, depois de dias sucessivos de negociações para novos apoios à economia dos Estados Unidos da América (EUA) e de um debate entre os candidatos à Casa Branca que passou ao lado dos mercados financeiros.

Entre os principais índices bolsistas do outro lado do Atlântico, o índice industrial Dow Jones caiu 0,10%, para os 28.335,57 pontos, enquanto o financeiro S&P 500 subiu 0,34%, para os 3.465,39 pontos e o tecnológico Nasdaq somou 0,37%, para os 11.548,28 pontos. Já o Russell 2000 valorizou 0,61%, para os 1.639,10 pontos.

O secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, disse hoje que a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosy, “ainda está empenhada” numa série de questões relacionadas com o pacote de estímulo fiscais. “Se ela quiser esse compromisso, haverá um acordo. Mas fizemos muitos progressos em muitas áreas, no entanto ainda há algumas áreas significativas nas quais estamos a trabalhar”, referiu.

Já o presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou não quer que o acordo seja um resgate aos estados democratas.

Segundo os analistas do Bankinter, os investidores já estão de olhos postos na próxima semana, “pois teremos muita macro (PIB’s ou taxa de desemprego), mais resultados empresariais e, além disso, é a última semana antes das eleições norte-americanas”.

O valor do ‘ouro negro’ está a cair. O preço do petróleo WTI, produzido no Texas, perde 2,21% para os 39,74 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent está a desvalorizar 1,86% para os 41,67 dólares.

Quanto ao mercado cambial, o euro valoriza 0,37% face ao dólar, para 1,1860 dólares, e a libra esterlina cai 0,27% face à moeda dos Estados Unidos, para 1,1860 dólares.

“Esta semana foi significativamente positiva para o mercado de cripto-ativos, especialmente para as principais criptomoedas como a Bitcoin, a Ripple e a Ethereum. Várias altcoins também dispararam, incluindo a Stellar e a Litecoin. Esta forte tendência de alta foi causada pela notícia de que o PayPal pretende entrar no mercado das criptomoedas e foi refletido pelo aumento significativo na capitalização de mercado total”, informaram os analistas da XTB, em research.

Ler mais

Recomendadas

Bolsa de Nova Iorque encerra sem tendência definida

A ‘speaker’ democrata da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e o líder da minoria republicana, Chuck Schumer, defenderam o novo pacote de estímulos de 908 mil milhões de dólares.

“Regulação e supervisão estão hoje melhor preparados para enfrentar as dificuldades”, diz Gabriela Figueiredo Dias

Na lista de atividades apresentada na COF, a presidente da CMVM defendeu que a melhoria dos níveis de serviço da entidade de supervisão “também está a beneficiar as entidades supervisionadas, nomeadamente pela antecipação em cerca de 40% dos prazos previstos legalmente para autorizações e registos, ou reduções da mesma magnitude face a 2018 na aprovação de prospetos”.

“Mercados em Ação”: Assista ao programa desta semana

Acompanhe o “Mercados em Ação” no site e nas redes sociais do Jornal Económico. E reveja-o através da plataforma multimédia JE TV.
Comentários