Wall Street encera ‘mista’ depois da Reserva Federal anunciar que manterá taxas de juro inalteradas

O S&P 500 perde 0,01% para os 4.401,00 pontos. O índice industrial Dow Jones encerra o dia a desvalorizar 0,36% para 34.930,80 pontos. O tecnológico Nasdaq é o único em terreno positivo, e encerra a sessão a subir 0,70% para 14.762,6 pontos.

Crash de 25% em Wall Street

Os principais índices em Nova Iorque encerraram o dia mistos, com o Dow Jones a liderar as perdas da sessão. Os investidores reagiram ao anúncio da Reserva Federal norte-americana que decidiu manter inalteradas as taxas de juro de referência para a maior economia do mundo, apesar das preocupações do mercado com a subida da inflação nas últimas leituras do indicador.

Depois da reunião desta quarta-feira, a autoridade monetária dos EUA reafirmou o seu compromisso com a manutenção do apoio à recuperação económica em curso. A ‘Fed’ alerta, no entanto, que, face ao progresso feito pela economia norte-americana nos últimos meses, se manterá atenta, em avaliação da situação e “preparada para ajustar a posição em termos de política monetária de forma apropriada, caso surjam riscos que possam impedir a obtenção dos objetivos traçados”, lê-se ainda na nota da autoridade monetária dos EUA.

O S&P 500 perde 0,01% para os 4.401,00 pontos. O índice industrial Dow Jones encerra o dia a desvalorizar 0,36% para 34.930,80 pontos. O tecnológico Nasdaq é o único em terreno positivo, e encerra a sessão a subir 0,70% para 14.762,6 pontos.

Nas empresas, destaque para a Facebook que encerra o dia a valorizar 1,49%, depois de divulgar os seus resultados referentes ao segundo trimestre, onde a rede social revelou um crescimento de 49% nas receitas, resultado que já tinha sido antecipado pelos analistas que acompanham a empresa liderada por Mark Zuckerberg.

O preço do barril de petróleo está a subir nos dois lados do Atlântico. Em Nova Iorque, o WTI aumenta 0,84% para os 72,25 dólares por barril, enquanto o Brent está a valorizar 0,27% para os 73,72 dólares em Londres.

No mercado cambial, o euro aprecia 0,27% face ao dólar norte-americano para os 1,1846 dólares, à semelhança da libra esterlina que também aprecia face à moeda dos Estados Unidos, por sua vez 0,25% para 1,3908 dólares.

Recomendadas

PSI-20 tomba com queda de mais de 4% do BCP e Greenvolt. Imobiliária chinesa arrasa bolsas

As bolsas europeias encerram em baixa, condicionadas pelo risco de colapso da gigante de imobiliário Evergrande e o seu impacto potencial no sistema. A banca foi dos sectores mais afetados a par com o de recursos naturais. Por cá, a Greenvolt teve uma estreia negativa, pois caiu quase 5% na sessão.

Preocupações sobre ritmo da recuperação económica afetam Wall Street

No arranque da sessão as ações de entidades bancárias como o Morgan Stanley estão a cair 2,88%, enquanto o JP Morgan desce 2,36%. Já o Bank of America deprecia 3,04%.

Valor sob gestão dos fundos de investimento imobiliário atinge 10,7 mil milhões em agosto

O valor sob gestão é ligeiramente superior a julho. A Square AM (11,8%), a Interfundos (11,7%) e a Caixa Gestão de Ativos (9,1%) detinham as quotas de mercado mais elevadas.
Comentários